Fichamento da obra - os limites do sentido – um estudo histórico e enunciativo da linguagem (1995), de eduardo guimarães

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2619 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DA BAHIA – UNEB
DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS HUMANAS E TECNOLOGIAS – CAMPUS XVI

PROGRAMA DE PÓS-GRADUAÇÃO EM METODOLOGIA DO ENSINO DE LÍNGUA PORTUGUESA E DAS LITERATURAS

Componente Curricular: LINGUISTICA II

Profª. Ms. JAILSON ALMEIDA










LÚCIA MARIA FERREIRA SANTOS









FICHAMENTO DE CITAÇÃO (TRANSCRIÇÃO)Irecê

2012




LÚCIA MARIA FERREIRA SANTOS















FICHAMENTO DE CITAÇÃO (TRANSCRIÇÃO)





Fichamento, apresentado ao Curso de Pós-Graduação – PPG em Metodologia do Ensino de Língua Portuguesa e das Literaturas, no Componente Curricular Linguística II, no Departamento de Ciências Humanas e Tecnologias – DCHT XVI – Irecê, daUniversidade do Estado da Bahia, sob a orientação do Professor Ms. Jailson Almeida.















Irecê

2012

GUIMARÃES, Eduardo. Os Limites do Sentido. Um Estudo Histórico e Enunciativo da Linguagem. Campinas, Pontes, 1995.



Os Limites do Sentido – Um Estudo Histórico e Enunciativo da Linguagem (1995), de Eduardo Guimarães é uma obra em que o autor faz uma rediscussão dasfronteiras entre semântica e pragmática, defende a semântica como qualquer disciplina científica e trava diálogos com a filosofia, a lógica, a filosofia da linguagem, a semiótica e a análise do discurso, analisa



I - Um percurso para a enunciação



“Muitos são os modos pelos quais se procura estudar o que se chama de significação ou sentido da linguagem, e isso traz a necessidade de seestabelecer o que é sentido e o que é significação... ao tempo em que constrói um percurso histórico que nos leva à questão da enunciação sob dois aspectos: o primeiro percorrer um caminho que mostre as incertezas da consideração do sujeito na linguagem e o segundo percorrer um caminho que tenha produzido conceitos e descrições que interessem de algum modo, a um tratamento enunciativo do sentido.Reforçando que a semântica tem procurado, sempre, lidar com três exclusões saussurianas: a do sujeito, a do objeto, a da história”. (p.11).



II – A semântica como disciplina linguística



“Considera-se em demasia as palavras isoladamente. É muito fácil tomar uma palavra à parte e traçar sua história, como se ela não tivesse sido coagida, realçada, ligeiramente nuançada ou completamentetransformada pelas outras palavras do vocabulário, no meio das quais ela se encontra colocada e das quais recebe a influência próxima ou longínqua. Tomar uma palavra à parte é um método quase tão artificial quanto dar, como se é obrigado fazer em fonética, a história de uma vogal ou de uma consoante. As letras não têm existência senão nas palavras, as palavras não têm existência senão nas frases”.(p.13).



Guimarães chama a atenção, ainda, para questões interessantes em Bréal: a subjetividade da linguagem e as formas próprias que a língua tem para expressar o elemento subjetivo. “Nessa linha, deve-se considerar que a semântica é uma disciplina histórica e a linguagem é feita de signos, ou seja, seu caráter fundamental é simbólico e não natural". (p. 17).



III - O cortesaussureano e a significação



“O corte saussureano exclui o referente, o mundo, o sujeito e a história. A semântica do nosso século vem procurando repor estes aspectos no seu objeto. o corte saussuriano exclui e dá o quadro de pertinência para o excluído. A questão é como incluí-lo”. (p.20).



OUTROS CAMINHOS



IV - O sentido e o mundo

1. Caracterização inicial



“Aquilo queSaussure excluiu da língua, por não os considerar um retrato do real: o mundo, os objetos, os signos não são etiquetas de objetos, são o que são pelas relações, de natureza semiológica, que têm uns com os outros, ou seja, pelo valor que os constitui no sistema. As semânticas formais, no entanto, vão justamente colocar a questão do sentido como uma relação com o mundo, com os objetos. Ou seja, são...
tracking img