Fichamento - contratualistas

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1534 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE – UERN FACULDADE DE FILOSOFIA E CIÊNCIAS SOCIAIS – FAFIC DEPARTAMENTO DE CIÊNCIAS SOCIAIS E POLÍTICA – DCSP DISCIPLINA: TÓPICOS ESPECIAIS DE POLÍTICA PROF. FRANCISCO JANIO FILGUEIRAS AIRES ALUNO: CARLOS ALBERTO PEREIRA DA SILVA

FICHAMENTO

Mossoró-RN JANEIRO/2012

ARENDT, Hannah. A condição humana. In: A condição humana. Rio de Janeiro:Forense Universitária. 1997. pp. 15-30

1. A Vita Activa e a Condição Humana       Vita activa – pretende designar três atividades humanas fundamentais: LABOR – TRABALHO – AÇÃO; LABOR: é a atividade que corresponde ao processo biológico do corpo humano – espontaneidade. A condição humana do labor é a própria vida; TRABALHO: é a atividade correspondente ao artificialismo da existência humana. Acondição humana do trabalho é a mundanidade; AÇÃO: corresponde à condição humana da pluralidade, ao fato de que homens, e não o Homem, vivem na Terra e habitam o mundo; Todos os aspectos da condição humana têm alguma coisa relação com a política; A pluralidade é a condição da ação humana pelo fato de sermos todos os mesmos – humanos, sem que ninguém seja exatamente igual a qualquer pessoa que tenhaexistido, exista ou venha a existir;  As três atividades (LABOR – TRABALHO – AÇÃO) e suas respectivas condições tem relação com condições gerais da existência humana; o O nascimento e a morte; a natalidade e a mortalidade;   O labor assegura a sobrevivência e a vida da espécie; O trabalho e seu produto, o artefato humano, conferem certa permanência e durabilidade à futilidade da vida mortal eao caráter transitório do tempo humano;    A ação, na medida em que se empenha em fundar e preservar corpos políticos cria a condição para a lembrança – para a história; A condição humana compreende algo mais que as condições nas quais a vida foi dada ao homem; Tudo aquilo com o qual eles entram em contato torna-se imediatamente uma condição de sua existência;

    

Tudo o queespontaneamente adentra o mundo humano, ou para ele é trazido pelo esforço humano, torna-se parte da condição humana; A objetividade do mundo e a condição humana complementam-se uma à outra; Por ser uma existência condicionada, a existência humana seria impossível sem as coisas; A condição humana não é o mesmo que natureza humana; A soma total das atividades e capacidades humanas que correspondem àcondição humana não constitui algo que se assemelhe à natureza humana;

2. A expressão Vita Activa    

A expressão vita activa é perpassada e sobrecarregada de tradição; Tradição esta produto de uma constelação histórica específica: o julgamento de Sócrates e o conflito entre o filósofo e a polis; Uma vida dedicada aos assuntos públicos e políticos; Aristóteles distinguia três modos de vida:o A vida voltada para os prazeres do corpo, na qual o belo é consumido tal como é dado; o A vida dedicada aos assuntos da polis; na qual a excelência produz belos feitos; o A vida do filósofo, dedicada à investigação e à contemplação das coisas eternas;

   

A expressão vita activa perdeu o seu significado especificamente político e passou a denotar todo tipo de engajamento ativo nascoisas deste mundo; Até o início da vida moderna, a expressão vita activa jamais perdeu sua conotação negativa de inquietude; Do ponto de vista da contemplação, não importa o que perturba a necessária quietude; o que importa é que ela seja perturbada; Tradicionalmente a expressão vita activa deriva o seu significado da vita contemplativa;

3. Eternidade versus Imortalidade 

Imortalidadesignifica continuidade no tempo, vida sem morte nesta terra e neste mundo, tal como foi dada, segundo o consenso grego, à natureza e aos deuses do Olimpo;



Contra este pano de fundo encontravam-se os homens mortais, os únicos mortais num universo imortal mas não eterno, em cotejo com as vidas imortais dos seus deuses mas não sob domínio de um Deus eterno;



A preocupação dos gregos com a...
tracking img