Fichamento bibliografico

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1249 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FICHAMENTO BIBLIOGRAFICO

Acadêmico: Henrique de Paula Gonçalves RA: 01054754
Acadêmico: Alisson Barotto RA: 01054738
Turma: 1º A, ADMINISTRAÇÃO

TEMA: Indicadores de Desempenho do Desenvolvimento

CONTEXTUALIZAÇÃO:

Os indicadores de desempenho do desenvolvimento estuda as questões dedesenvolvimento econômico e político de uma nação.
Esse assunto é muito requisitado nos dias de hoje, nas grandes mídias são muito utilizados como forma de ver como o país esta progredindo ou regredindo e por isso decidimos escolher esse tema para nosso trabalho.

IDENTIFICAÇÃO DOS TEXTOS:

1. LIVROS:

LACERDA, C. A; BOCHI, J. I; REGO, J. M; BORGES, M. A; MARQUES, R. M: Economia Brasileira.São Paulo: Editora Saraiva, 2010. 302p.

“Durante os anos 1990, o desempenho do produto Interno Bruto (PIB) foi bastante irregular.” (p251)

“Nos primeiros anos da década, período de inflação elevada, o PIB chegou a apresentar crescimento negativo, voltando a aumentar no momento da implantação do Plano Real e após a estabilização da moeda.” (p251)

“O retorno do crescimento, contudo, ocorreu a taxadecrescentes, refletindo as dificuldades enfrentadas para a retomada do investimento em bases mais sustentadas.” (p252)

“[...]somente no ano de 2000 o PIB cresceu mais vigorosamente, mesmo assim abaixo do observado no ano de implantação do mercado.” (p252)

“Industria – No inicio dos anos 1990 foi definida uma Politica Industrial e de Comercio Exterior (Pice), que visava melhorar a capacitaçãoindustrial brasileira e realizar a abertura comercial, para estimular a concorrência.” (p253)

“Seu pressuposto básico era o de que o advento da concorrência resultaria na adoção de estratégias de modernização por parte da indústria brasileira, a qual receberia apoio governamental mediante programas específicos, como o (PACTI) e o (PBQP).” (p253)

“A abertura da economia foi realizada fazendo uso dedois mecanismos : redução tarifária, de acordo com um cronograma idealizado inicialmente para quatro anos, e eliminação imediata das restrições não tarifadas às importações, que se refletiu rapidamente em aumento de importações.” (p254)

“[...]as ações de apoio à modernização do setor industrial no avançaram muito nos primeiros anos da década de 1990.” “[...]Com a estabilidade da economia eraprioritária, sobrevalorizou-se a moeda nacional, o que transformou a abertura comercial no único fator de incentivo à modernização das empresas do parque nacional.” (p254)

“Comercio exterior : O câmbio sobrevalorizado tornou os produtos nacionais menos competitivos e estimulou as importações.” (p255)

“[...]desse modo, entre 1992 e 1997, enquanto as exportações brasileiras aumentavam sua participaçãoem quatro pontos percentuais na pauta de exploração.” (p255)

“[...]a manutenção de competitividade em setores tradicionais , produtores de bens de baixo valor agregado, contraria a tendência observada nas principais economias no mundo.” (p255)

“O Índice de Desenvolvimento Humano: A metodologia empregada para o calculo do IDH é a seguinte: Como indicador de longevidade, utiliza-se a esperança devida ao nascer. Como indicadores de nível educacional, tomam-se a taxa de alfabetização dos adultos e a taxa combinada de matricula nos ensinos fundamentais, médios, e superiores,. Essas taxas são, então, reunidas em um indicador único, por meio de média ponderada, com pesos dois em um. Com esse computa-se a renda per capita.” (p258)

“No Brasil como percebe-se a melhora no IDH entre 1998 e 1999deveu-se ao crescimento da expectativa de vida ao nascer do brasileiro, da taxa de matricula combinada para os três níveis de ensino, e da taxa de alfabetização de adultos.” (p259)

“[...]esses avanços permitiram a melhora do índice de saúde e de educação. Já a queda o PIB não chegou a afetar o índice de renda.” (p259)

2. REVISTÁ CIENTÍFICA:

Barbosa, C. Agoncilio; Silva, P. Cleiuda;...
tracking img