Fichamente do livro mapas para a festa - otto maduro

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (952 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
 
Fichamento bibliográfico
 
Otto MADURO, Mapas para a festa. Reflexões latino-americanas sobre a crise e o conhecimento. Petrópolis: Vozes, 1994.
 
Capítulo II: Refletir com calma sobre o nossoconhecimento (pp. 54-84).
 
- Existem dois tipos de conhecimento: o conhecimento espontâneo, que é aquele que surge ‘naturalmente’, sem reflexão. Nesse tipo de conhecimento, simplificamos arealidade e assim nos orientamos dentro dela. Já o conhecimento crítico, surge quando refletimos propositalmente e criticamente sobre esse conhecimento espontâneo e sobre as suas variáveis. Em todos nósocorrem ambos os conhecimentos, mas para chegar ao conhecimento crítico precisamos nos esforçar para chegar a determinada conclusão sobre o assunto procurado, e muitos, por terem preguiça, vontade desimplificar ou até mesmo falta de estímulos, usam o conhecimento espontâneo a maior parte do tempo.
 
1. Algumas dimensões do problema
 
a) Por que complicar a vida sem necessidade?
- Nós seremoshumanos temos a tendência de simplificar a realidade e a tomar como fato, aquilo que aprendemos ver como ‘real’, sem avaliarmos a fundo a complexidade e as complicações de tal assunto. Analisarcriticamente algum fato e os problemas da realidade é algo de que talvez todos nos sejamos capazes. Porém a maioria das pessoas não gosta disso.
- Poucos encontram motivações suficientes para praticar oconhecimento crítico. Mas por outro lado, há pessoas que encontraram, às vezes desde a infância estímulos e vontade para cultivar com prazer essa habilidade, sem necessidade de instruções para praticarisso.
- A vida cotidiana da maioria da população é muito corrida, por isso muitas vezes não encontram força nem ocasião para se dedicarem ao conhecimento crítico, pois para praticá-lo é precisoexaminar, considerar, dialogar e discorrer. Assim, portanto, há razões de sobra para simplificarmos nossa realidade. Mas também se não houvesse pessoas que se dedicassem sobre o que a realidade nos diz...
tracking img