Fiama

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (833 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de janeiro de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fiama Hasse Pais Brandão nasceu em Lisboa em 15 de Agosto de 1938, e faleceu na mesma cidade em 19 de janeiro 2007. Demonstrou seu domínio e paixão pela linguagem nos seus trabalhos como escritora,poetisa, tradutora, ensaísta e dramaturga.

Foi estudante de Filologia Germânica na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa. Lá conheceu o seu marido Gastão Cruz, figura de compartilhamento epaixão dos ideais literários.

Estreou como autora na obra Em Cada Pedra Um Voo Imóvel (1957), obra que lhe valeu o Prêmio Adolfo Casais Monteiro. Ganhou notoriedade em meio literário com a RevistaPoesia 61, em que publicou o texto Morfismos. Esta seria a morfologia, a forma de como é sua exposição poética, tendo aqui como uma metalinguagem do fazer literário. Foi considerada como uma importanteescritora do movimento que revolucionou a poesia nos anos 60.

Logo em seguida, foi premiada em 1996 com o Grande Prêmio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores. E em 2001, ganhou o prêmioliterário do P.E.N. Clube Português com seu livro Cenas Vivas.

Traduziu obras dos autores John Updike, Bertold Brecht, Antonin Artaud, Novalis e Anton Tchekov, entre outros.

Apesar de terrecebido vários prêmios em Portugal, Fiama infelizmente não tem tantos adeptos de sua obra no cenário literário brasileiro. Poucos a conhecem e se entregam a sua objetiva literatura do fazer poesia. Aodrama de uma mulher (dramaturga) com traços simples (poesia sem arrudeios) carregada de uma significação forte.

Em sua obra, o cenário bucólico é bastante presente. Isso se deve ao fato da suainfância ser passada entre uma quinta em Carcavelos e o St. Julian’s Schol. Fiama é a descrição da simplicidade, da objetividade, do desmascarar subjetivo da poética. A natureza, em suas obras, remete aosaudosismo da época de menina. Podemos ver tais características no poema a seguir:

Nos Arredores

Morosamente correm
água e tempo. Fácil é
metaforizar o tempo
por dados da Natureza.
Água que...
tracking img