Fernao lopes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2412 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1

Fernão Lopes, Crónica de D. João I – “Do alvoroço que foi na cidade cuidando que matavom o Meestre, e como aló foi Alvaro Paaes e muitas gentes com ele” (Capítulo XI) – Dramatização.

Autoria: Vanda Jordão Adaptação e revisão: A.P.H.

Pretende-se contrariar a falta de comunicação, o desânimo, o distanciamento na sala de aula através da partilha, da valorização das competências humanas, dautilização de elementos lúdicos. As actividades de expressão dramática potenciam o desenvolvimento de aptidões artísticas e a troca de experiências pessoais ao mesmo tempo que se revelam métodos de trabalho eficazes e pessoalmente transformadores, consolidando processos de crescimento e maturação através da reflexão, crítica, debate, solidariedade, respeito mútuo. Os alunos poderão fazê-lo através deproblemas mais prementes, que existam dentro ou fora da escola, escrevendo os seus próprios textos, ou apropriando-se de outros que poderão dar origem a pequenos sketches ou a trabalhos mais elaborados. O recurso a jogos dramáticos, à expressão corporal, a exercícios de desinibição, ao improviso, ao trabalho de voz, à concentração, são também aspectos importantes que devem ser introduzidos nestetipo de trabalhos que compete ao professor gerir e dinamizar. É também uma actividade catalisadora de experiências multidisciplinares, para onde poderão convergir os contributos de várias disciplinas: Educação Física (o controlo do corpo, dos movimentos é fundamental), Educação Visual ou Desenho (na construção de cenários, por exemplo), Português e História, ou ainda Educação Musical e Têxteis,quando exista. Para este exemplo específico que aqui se propõe, professor e aluno são (re)criadores, os últimos igualmente actores e, simultaneamente, encenadores, transformando um texto narrativo em dramático, inserindo-o no contexto das crises e da revolução do século XIV em Portugal. Em simultâneo trabalhar-se-ão conceitos de “independência nacional”, “identidade”, “revolução”. A turma teria dedividir-se numa primeira fase em grupos de trabalho: o dos actores, os encenadores, os responsáveis pelo guarda-roupa, os cenógrafos. Previamente o texto original deveria ser trabalhado, reformulado, reescrito na tentativa de o simplificar ou adaptar.

2

Título provável: O

rei que o povo escolheu
D. João I, décimo Rei de Portugal, nasceu em Lisboa a 11 de Abril de 1357 e morreu na mesma cidade a14 de Agosto de 1433. D. João era filho ilegítimo do rei D. Pedro I e de Teresa Lourenço (uma jovem filha do mercador lisboeta Lourenço Martins; embora durante muito tempo se tenha sustentado que era de origem galega). Em 1364 foi consagrado Grão Mestre da Ordem de Avis.

D. João I

In http://pt.wikipedia.org/wiki/Jo%C3%A3o_I_de_Portugal (acedido em 25.08.2008)

O rei que o povo escolheu
Autor –Fernão Lopes Adaptação – Alunos da turma ___ Encenação: Cenários: Guarda-roupa: Actores por ordem de entrada em cena Narradores: Pajem: Álvaro Pais: Povo: Mestre: As donas da cidade: Conde:

3

Cronologia dos Acontecimentos
1383 Paz entre D. Fernando de Portugal e João I de Castela, firmada em Elvas. Foi assinado o contrato de casamento, em Salvaterra de Magos, entre a infanta D. Beatriz, filha deD. Fernando e D. Leonor Teles, e João I de Castela. Morreu D. Fernando, nono rei de Portugal. Regência de D. Leonor Teles. Revolução de Lisboa. João Fernandes Andeiro foi assassinado pelo Mestre de Avis. O Mestre de Avis mandou pedir auxílio militar a Ricardo II de Inglaterra, por intermédio de Lourenço Martins e Daniel Inglês. O Mestre de Avis foi elevado, em Dezembro, a regedor e defensor doReino, após a revolta de Lisboa. 1384 O Bispo da Guarda facilitou a entrada do monarca castelhano naquela cidade. D. João I de Castela chegou a Santarém, onde se encontrava Leonor Teles. D. João I de Castela cercou Lisboa. Batalha dos Atoleiros. D. João I de Castela seguiu para Sevilha. Epidemia de Peste. 1385 Cortes de Lisboa. Início do reinado de D. João I. Batalha de Aljubarrota. Batalha de...
tracking img