Fenomenos climaticos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 33 (8170 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
EVOLUÇÃO DO EL NIÑO DESACELERA NO PACÍFICO EQUATORIAL

Recentemente houve um evidente enfraquecimento das anomalias positivas de temperatura da superfície do mar (TSM) ao longo do Oceano Pacífico equatorial, que nas primeiras semanas de outubro apresentaram-se com valores levemente superiores a 0,5°C acima da média apenas a oeste da Linha de Data. Por outro lado, no setor leste do Pacífico,águas mais frias voltaram a predominar desde o final de setembro (em média com valores superiores a 0,5°C abaixo da média histórica para essa região). Em camadas subsuperficiais, destaca-se a ocorrência de um rápido resfriamento na porção leste do Pacífico equatorial durante setembro e início de outubro, enquanto que no setor oeste persistem anomalias positivas da ordem de 0,5°C a 2,0°C na camada até200 metros de profundidade. Apesar da persistência do aquecimento das águas do mar próximo à Linha de Data desde agosto e, também em grande parte da porção central entre junho e meados de setembro, neste ano ainda não houve a configuração típica de um episódio quente (El Niño) do fenômeno acoplado oceano-atmosfera El Niño-Oscilação Sul (ENOS) no Pacífico. Este fato esteve associado a ausência depadrões típicos de El Niño na circulação de grande escala e da recente reversão na evolução do padrão de anomalias de TSM, ou seja, de uma tendência de aquecimento que vinha sendo observada desde abril, para um padrão de resfriamento a partir de setembro. Por esta razão, seguem em vigência condições de neutralidade do fenômeno ENOS. 

No Atlântico tropical sul nota-se um padrão de anomaliasnegativas de TSM próximo à Região Nordeste (pouco acima de 0,5°C abaixo da média), em contraste com anomalias positivas no Atlântico norte (em torno de 0,5°C a 1°C), acima da latitude de 10°N. Em latitudes subtropicais do Atlântico sul, ressalta-se ainda a persistência de anomalias positivas próximas à costa do setor sudeste da América do Sul. 

Tendo em vista a solução produzida pela maioria dosmodelos climáticos e o recente decaimento das condições oceano-atmosféricas para o desenvolvimento do El Niño, a tendência para os próximos meses é de que em grande parte do Pacífico equatorial haja a continuidade de um padrão mais próximo à normalidade nas águas superficiais, embora não seja descartada a possibilidade de estabelecimento de condições de El Niño de fraca intensidade. No Atlântico, aprevisão dos modelos indica a manutenção de um padrão desfavorável ao regime de precipitação das Regiões Norte e Nordeste do Brasil, com anomalias positivas (negativas) de TSM no Atlântico tropical norte (sul), e também a persistência de anomalias positivas próximas à costa da Região Sul, o que pode contribuir para excessos de precipitação de algumas áreas dessa região. 

Texto atualizado em22/10/2012 

EL NIÑO
Fonte de Informação:
Livro - O El Niño e Você - o fenômeno climático
Autor - Gilvan Sampaio de Oliveira

Uma componente do sistema climático da terra é representada pela interação entre a superfície dos oceanos a baixa atmosfera adjacente a ele. Os processos de troca de energia e umidade entre eles determinam o comportamento do clima, e alterações destes processos podemafetar o clima regional e global. 
El Niño representa o aquecimento anormal das águas superficiais e sub-superficiais do Oceano Pacífico Equatorial. A palavra El Niño é derivada do espanhol, e refere-se a presença de águas quentes que todos os anos aparecem na costa norte de Peru na época de Natal. Os pescadores do Peru e Equador chamaram a esta presença de águas mais quentes de Corriente de El Niñoem referência ao Niño Jesus ou Menino Jesus. Na atualidade, as anomalias do sistema climático que são mundialmente conhecidas como El Niño e La Niña representam uma alteração do sistema oceano-atmosfera no Oceano Pacífico tropical, e que tem conseqüências no tempo e no clima em todo o planeta. Nesta definição, considera-se não somente a presença das águas quentes da Corriente El Niño mas...
tracking img