Fenomeno tiririca

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (498 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 31 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Fenômeno Tiririca




O primeiro turno das eleições de 2010 já foi realizado. Haverá segundo turno para o cargo de presidente, porém existe um outro cargo já bem decidido pela população:Tiririca, o palhaço que teve sua carreira humorística iniciada em meados dos anos 90, foi eleito deputado federal pelo estado de São Paulo com o segundo maior número de votos já registrado no Brasil(mais de 1 milhão de votos, somente atrás de Enéas Carneiro, do PRONA). Logicamente o acontecimento gerou grande polemica, até mesmo antes de ser eleito, afinal quão séria é esta candidatura e até ondeos partidos podem chegar para arrecadar um grande número de votos?
O que deve ser analisado antes de qualquer outro aspecto é o que fez a população votar no candidato. Muitos dizem com orgulho quevotaram em sinal de protesto, com o pensamento de que ninguém melhor para representar um povo “feito de palhaço” do que um “palhaço profissional”. Porém estes estão apenas aceitando e reafirmando essacondição que lhes foi imposta, nada que seja surpreendente vindo de um povo que não tem em sua história revoluções populares. Ou, como disse o cientista político da UnB, David Fleischer, "Muitaspessoas disseram que vão votar nele (Tiririca) porque um palhaço a mais ou a menos no Congresso não vai fazer diferença".
Outros afirmam que deve haver uma renovação no quadro político do país, afinal osatuais representantes do povo estão, como sempre, decepcionando, porém esses ignoram o fato de que o deputado eleito não possue nem mesmo ideais políticos e não sabe quais são as propostas de seupartido (PR). Podemos perceber isso até mesmo na imprensa internacional, como no jornal argentino “Clarín” que usou a palavra político entre aspas ao referir-se ao, até então, candidato.
Por último háaqueles que votam em Tiririca devido à sua honestidade ao declarar que pretende ajudar sua família ou que não sabe o que faz um deputado federal, e aqueles que simplesmente não pensam –ou não sabem-...
tracking img