Fenômenos ondulatórios

Fenômenos Ondulatórios
Fenômenos ondulatórios são partes importantes do mundo ao nosso redor. Através das ondas sonoras que ouvimos, como percebemos as ondas de luz, podemos dizer queatravés de ondas recebemos a maior parte das informações que temos. A partir da análise de fenômenos ondulatórios, tão simples como as ondas do mar agitado ou quando jogamos uma pedra na água.Reflexão:
Reflexão é a mudança de direção de uma frente de onda a uma fronteira de separação de dois diferentes meios de modo que a frente de onda retorna para o meio a partir do qualse originou. Exemplos comuns incluem a reflexão de luz, som e ondas de água. A lei de reflexão diz que, para reflexão especular o ângulo em que a onda é incidente na superfície é igual aoângulo a que é refletida. espelhos exibem reflexão especular.
Refração:
Uma onda sofre refração quando transpõe a fronteira de separação de dois meios de propagação, passando então a sepropagar no outro meio e, naturalmente, com outra velocidade. O que caracteriza a refração é, portanto, uma mudança na velocidade de propagação, dependendo do ângulo de incidência.Difração:
A difração ocorre quando uma onda encontra uma fenda ou um obstáculo. As ondas conseguem contornar obstáculos e fendas, e chegam a regiões que não seriam atingidas caso apresentassemapenas propagação retilínea.
Por exemplo, uma pessoa separada da fonte sonora por uma parede. Um objeto atirado a partir de onde está a fonte não pode atingir diretamente a pessoa, mas osom emitido pela fonte chega até a pessoa. Devido ao fenômeno da difração, podemos, por exemplo, escutar o som de um rádio, mesmo que haja uma parede nos separando dele.
Na difração, aenergia não se distribui igualmente em todas as direções. Quanto menor for o comprimento de onda em relação ao tamanho da fenda ou obstáculo atingindo, maior será a região de sombra.
tracking img