feminismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2231 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de fevereiro de 2015
Ler documento completo
Amostra do texto
O mundo das mulheres, segundo Alain Touraine
Alain Touraine, um dos principais sociólogos da atualidade, se consagrou como agudo analista da sociedade pós-industrial.

Após se devotar a estudos sobre o trabalho e a classe operária -boa parte dos quais na América Latina- e sobre movimentos sociais, ele se voltou para a revalorização da categoria do sujeito.

Sua meta é desvendar osprotagonistas e as formas de ação que hoje impulsionam as grandes transformações -que, para ele, são mais culturais que sociopolíticas.

E é nesse contexto que Touraine decidiu atentar para a questão da mulher. Realizou na França, entre 2004 e 2005, 60 entrevistas, três reuniões de grupos de discussão e um estudo complementar sobre as mulheres muçulmanas.

O resultado é o livro "O mundo das mulheres"(trad. Francisco Morás, 208 págs., R$ 35), que está saindo no Brasil pela editora Vozes.

Nele, o professor da Escola de Altos Estudos em Ciências Sociais (Paris) mostra como as mulheres são hoje construtoras de uma nova cultura, válida não só para elas mesmas mas para o conjunto da sociedade.
Uma cultura marcada pela priorização não mais da "conquista do mundo" -típica da época da dominaçãomasculina-, mas sim de uma "construção de si" sustentada na sexualidade e na combinação do que, antes, eram pólos opostos -por exemplo, afetividade e razão, corpo e espírito, masculino e feminino.

Alquimias múltiplas que superariam as assimetrias e "formas de dominação que deram sua dinâmica (e sua brutalidade) à modernização européia".

Para Touraine hoje a mulher afirma sua autonomia eliberdade sem recorrer ao discurso da vitimização nem à queima de sutiãs em praça pública.

E, assim, ela também reflete e reforça o primado da felicidade individual e o descrédito que pesa sobre a política e sobre as formas tradicionais de ação e de utopia coletivas. A reportagem e a entrevista com Alain Touraine é de Caio Liudvik e publicada pelo jornal Folha de S. Paulo, 26-08-2007.

Eis algunstrechos da entrevista.

Falando agora de seu livro, por que escolheu a mulher como objeto de pesquisa?

Meu livro não trata da identidade feminina. Ele apresenta proposições sobre as transformações da sociedade, em particular a idéia de que as categorias culturais comandavam, a partir de um dado momento, as categorias sociais.

Observei inicialmente que as mulheres correspondiam a essasmudanças ou eram suas portadoras. E descobri que não havia nenhuma resposta.

Iniciei um trabalho pessoal de entrevista com grupos e indivíduos e me deparei com temas que correspondiam exatamente àquilo que eu pensava.

Isto é, que essas mulheres se definiam em termos de cultura, de personalidade, e consideravam que ser mulher era a meta da vida, que elas queriam se construir como mulheres eprincipalmente numa determinada área, a sexualidade.

Portanto, não fiz uma ruptura com o que fazia antes; eu diria que transformei a tese geral de meu livro sobre o novo paradigma ["Um Novo Paradigma -Para Compreender o Mundo de Hoje", ed. Vozes] em definição e descoberta de novos atores. A passagem para um novo paradigma é realizada sobretudo pelas mulheres.

A partir de seu livro, é possívelresponder à pergunta de Freud "o que querem as mulheres?"?

A referência a Freud é particularmente imprópria aqui na medida em que o tema foi pouco estudado por ele e, por vezes, de maneira quase ridícula, como sobre a inveja do pênis etc.

Meu ponto de vista não é o da psicologia. Escutei as mulheres, as fiz falar entre elas, e segundo uma visão da sociedade.

Quais são ou devem ser suascondutas, seus princípios de orientação positiva. Eu descobri essas mulheres como criadoras ou aquelas que afirmavam uma nova moral.

Para falar rapidamente, a imagem masculina era a imagem da conquista do mundo, e a imagem feminina é não a da conquista, mas sim a da construção de si.

Um retorno ao interior, acrescentando-se que o que é feito ou iniciado pelas mulheres é adotado pelos homens com...
tracking img