Febre e hipertermia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1398 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 4 de julho de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FEBRE
É uma reação orgânica de múltiplas aplicações contra um mal comum, interpretada pelo meio médico como um simples sintoma. A reação descrita como um aumento na temperatura corporal nos seres humanos para níveis até 37,5 °C Celsius chama-se estado febril; ao passar dessa temperatura, já pode ser caracterizado como febre e é um mecanismo adaptativo próprio dos seres vivos. A febre é umareação do corpo contra patógenos; a sensação ruim que sente a pessoa febril faz com que ela poupe energia e descanse, funcionando também através do maior trabalho realizado pelos linfócitos e macrófagos. A febre é produzida em resposta a uma substância chamada pirogênios, agindo no estímulo da síntese de prostaglandinas nas células vasculares e perivasculares do hipotálamo. Apesar da maior parte dasfebres ser causada por infecções, nem sempre febre é indicador de infecção.
Como varia a temperatura normal:
• Idade
• Ciclo circadiano
• Sexo
• Atividade física
• Meio ambiente
Principais causas:
• Infecção
• Reação alérgica
• Exposição ao sol
• Câncer
Mecanismo da febre:
O organismo mantém sua temperatura regulada através de um centro termorregulador, localizado no hipotálamoanterior. Este centro que funciona como um termostato; Busca o equilíbrio entre produção e perda de calor, prioritariamente pela perda de calor, visa à manutenção estável da temperatura interna em torno de 37 ºC; Na febre, o termostato é reajustado sendo a termorregulação (set point) reajustado para um nível superior.
Como acontece:
Produtos bacterianos, como o LPS estimulam os leucócitos aliberarem citocinas, que aumentam as enzimas) que convertem o ácido aracdônico em prostaglandinas. No hipotálamo, as prostaglandinas estimulam a produção de neurotransmissores, que aumenta o nível da temperatura do ‘termostato’ central.
Os AINEs, incluindo a aspirina, reduzem a febre pela inibição da ciclooxigenase, bloqueando, assim, a síntese de prostaglandinas. Uma hipótese é que a febrepossa induzir as proteínas do choque térmico que aumentam a resposta linfocitária aos organismos.
• As crianças são mais afetadas pela febre porque praticamente todos os vírus e bactérias são desconhecidos. Então, quando esse microorganismos invadem o corpo, ele logo produz a prostaglandina.
Mede-se tradicionalmente a temperatura corporal através da testa e pescoço (com a mão), da boca, da axilae do ânus (utilizando um termômetro, que pode ser eletrônico ou não.)
Classificação:
• baixa intensidade (37,5 a 38 °C)
• moderada (38 a 39 °C)
• alta (mais de 39 °C)
Febre Benéfica e Maligna:
A febre pode ser benéfica, e é parte da resposta do corpo a uma doença; no entanto, se a febre for acima de 42 °C, então pode causar danos significativos aos neurônios, com risco de afetar a meningee essa fase é chamada de hipertermia maligna.
Tratamentos:
Embora a febre seja uma resposta imunológica própria do organismo contra algum mal, a medicina moderna chegou a desenvolver algumas drogas chamadas de antipiréticos que podem reduzir a febre a níveis tolerados. Os antipiréticos mais comuns são o paracetamol e a dipirona. No interior do Brasil a febre é controlada com a ingestão defolhas de frutos cítricos em infusão ou por meios mais naturais como banhos frios
Paracetamol .................... 750,0 mg
Excipientes q.s.p. .................... 1 comprimido
O paracetamol provavelmente produz a antipirese atuando ao nível central sobre o centro hipotalâmico regulador da temperatura para produzir uma vasodilatação periférica que dá lugar a um aumento do fluxo de sangue na pele,de sudorese e da perda de calor. A ação ao nível central provavelmente está relacionada com a inibição da síntese de prostaglandinas no hipotálamo
Dipirona Sódica ....................................... 500 mg
Veículo adequado q.s.p ............................... 2 mL
A Dipirona atua no SNC e perifericamente, inibindo a cicloxigenase, que é uma enzima fundamental para a produção de...
tracking img