Febre amarela

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2981 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMARIO
1. Historia da febre amarela____________________ 02
2. Características gerais da febre amarela_________ 03
3. Epidemiologia_____________________________ 03
4. Agente Etiológico__________________________ 04
5. Transmissão______________________________ 04
6. Tratamento_______________________________ 06
7. Complicações_____________________________ 06
8. Período deincubação_______________________ 08
9. Imunidade________________________________ 08
10. Aspectos clínicos__________________________ 08
11. Prevenção_______________________________ 09
12. Impactos ambientais: Febre Amarela__________ 09
13. Conclusão_______________________________ 10
14.Referencias_______________________________ 10

1.HISTÓRIA DA FEBRE AMARELA.

A febre amarela é uma arbovirose (doençatransmitida por inseto), sendo uma causa importante de morbidade e alta letalidade em vastas zonas das regiões tropicais da África e das Américas.
A partir do século XVII, essa doença dizimou vidas em extensas epidemias nesses dois continentes. No início deste século, o desenvolvimento de vacinas eficazes e a erradicação do vetor urbano, Aedes aegypti, alentaram por algum tempo a esperança de queadoença desapareceria, pelo menos no Novo Mundo. No entanto, apesar dos trabalhos realizados durante várias décadas, continuaram sendo registrados casos esporádicos em populações rurais não imunes, em decorrência do ciclo silvestre de transmissão da febre amarela.

A febre amarela silvestre é uma zoonose e, como tal, impossível de ser erradicada. Tem se mantido ativa nas zonas tropicais tanto da Áfricacomo das Américas. A ocorrência da febre amarela urbana, entretanto, está intimamente relacionada à distribuição e dispersão do Aedes aegypti. As campanhas de erradicação desse mosquito em muitas zonas urbanas da América Latina e do Caribe trouxeram como resultado a eliminação dessa modalidade da doença. O Aedes aegypti foi eliminado do Brasil duas vezes (1955 e 1973). Foi novamente reintroduzidoem 1976, através do porto de Salvador, na Bahia, de onde se dispersou para outros pontos do país, estando hoje presente em todas as Unidades da Federação. Sua dispersão atinge atualmente cerca de 3.000 municípios brasileiros.

Em 1986, outro mosquito, o Aedes albopictus, foi identificado no Brasil, estando presente atualmente em vários estados (Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina,Rio Grande do Sul, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, Distrito Federal, Amazonas, Maranhão, Bahia e Rio Grande do Norte). Sua dispersão atinge atualmente cerca de 1.400 municípios. É considerado um vetor potencial da febre amarela.

Embora a modalidade urbana da febre amarela não ocorra na América do Sul desde 1942, considera-se crescente o risco de sua emergência. Observa-se um crescimentodemográfico nas zonas enzoóticas, baixas coberturas vacinais, além da reintrodução e dispersão do Aedes aegypti na quase totalidade dos países nos quais havia sido erradicado, inclusive em regiões de altitudes elevadas e zonas rurais da Colômbia, onde antes nunca havia sido encontrado. A situação torna-se ainda mais complicada pelo aparecimento de resistência do Aedes aegypti aos inseticidas,relaxamento das medidas de luta contra este mosquito em algumas regiões, além da dificuldade operacional para desenvolver ações de vigilância e combate ao vetor e o custo crescente dessas medidas.

2.CARACTERÍSTICAS GERAIS DA FEBRE AMARELA.

Doença infecciosa febril aguda, transmitida por vetores artrópodes, que possui dois ciclos epidemiológicos distintos (silvestre e urbano). Reveste-se damaior importância epidemiológica, por sua gravidade clínica e elevado potencial de disseminação em áreas urbanas.

3.EPIDEMIOLOGIA.

A febre amarela é um dos maiores problemas de saúde pública, pela sua gravidade e pela sua influência na política e na econômica de um país.
Desde 1942 não se registra no Brasil surto epidêmico de Febre Amarela urbana, transmitida pelo Aedes aegypti. Os 3...
tracking img