Fazendo um projeto - estudo de caso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 59 (14713 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 29 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PESQUISA DE CASOS DE ESTUDO

Robert Yin

Capítulo 2


2. ELABORANDO CASOS DE ESTUDOS.

Um projeto de pesquisa é a lógica que une os dados a serem coletados (e as conclusões a serem traçadas) com as perguntas iniciais de um estudo. Cada estudo empírico tem um projeto de pesquisa implícito, e não explícito.
Para casos de estudos, quatro principais tipos de projetos são relevantes,seguindo uma matriz 2 x 2. O primeiro par de categorias consiste de designs de casos simples e casos múltiplos. O segundo par, que pode ocorrer em combinação com a do primeiro par, é baseado na unidade ou unidades de análises a serem cobertas pelo estudo – e faz uma distinção entre projetos holísticos (isto é, tudo na natureza está conectado de algum modo) e projetos embutidos.
O investigador docaso de estudo também deve dar importância para quatro aspectos da qualidade de qualquer projeto : (a) construir uma validade, (b) validade interna (para casos de estudo exploratórios ou causais somente), (c) validade externa, e (d) e confiança. O modo como o investigador deveria lidar com estes quatro aspectos de controle de qualidade está resumido no capítulo 2 mas também é um tema fundamentalatravés do resto deste livro.

ABORDAGEM GERAL PARA SE PROJETAR
CASOS DE ESTUDO

Ao definir a estratégia de pesquisa para seu projeto de pesquisa, o Cap. 1 mostrou quando você deveria selecionar a estratégia do caso de estudo, em oposição a outras estratégias. A próxima tarefa é elaborar seu caso de estudo. Para este fim, como para se elaborar qualquer outro tipo de pesquisa investigativa, umplano, ou projeto de pesquisa, faz-se necessário.
O desenvolvimento deste projeto de pesquisa é uma difícil etapa para se fazer casos de estudo. Ao contrário de outras estratégias de pesquisa, um “catálogo” abrangente dos projetos de pesquisa para casos de estudo está ainda para ser elaborado. Não há quaisquer livros didáticos como aqueles em ciências biológicas e psicológicas, abrangendo taisconsiderações para um projeto como a designação de assuntos para diferentes “grupos”, a seleção de diferentes estímulos ou condições experimentais, ou a identificação de várias medidas de respostas. (ver Cochran & Cox, 1957; Fisher, 1935, citado em Cochran & Cox, 1957; Sidowski, 1966). Em um experimento de laboratório, cada uma dessas escolhas reflete uma importante conecção lógica para os tópicosque estão sendo estudados. Similarmente, não mesmo livros didáticos como os famosos volumes escritos por Campbell e Stanley (1966) ou por Cook e Campbell (1979), que resumem os diversos projetos de pesquisa para situações quase - experimentais. Nem emergiu ainda quaisquer projetos comuns – por exemplo, estudos de “painéis” (panel) – tais como aqueles agora identificados ao se fazer pesquisainvestigativa. (ver Kidder & Judd, 1986, cap. 6)
Um perigo a ser evitado, contudo, é considerar projetos de casos de estudo como sendo subconjuntos ou variantes dos projetos de pesquisa usados por outras estratégias, tais como experimentos. Por muito tempo cientistas incorretamente pensaram que o caso de estudo era apenas um tipo de projeto quase - experimental (o projeto de tentativa única parasomente pós - testes). Tal concepção errônea foi finalmente corrigida, com a seguinte declaração aparecendo em uma revisão em projetos quase - experimentais : “Certamente o caso de estudo como normalmente praticado não deveria ser rebaixado por sua identificação com o grupo simples de projetos pós - testes” (Cook & Campbell, 1979, pg 96).
Em outras palavras, o projeto de tentativa única e somentepara pós – testes quando um projeto quase – experimental ainda pode ser considerado defeituoso, mas o caso de estudo agora tem sido reconhecido como algo diferente. Na verdade, o caso de estudo é uma estratégia de pesquisa à parte que tem seus próprios projetos de pesquisa.
Infelizmente, os projetos para pesquisa de casos de estudo não têm sido definidos. O capítulo seguinte, assim, se expande...
tracking img