Fases do tratamento de caldo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 94 (23461 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de julho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
PRINCÍPIOS GERAIS DA PURIFICAÇÃO DO CALDO DE CANA


1. ASPECTOS TECNOLÓGICOS DA PURIFICAÇÃO

A Tecnologia empregada na purificação do caldo de cana fundamenta-se na coagulação máxima dos seus colóides e na formação de um precipitado insolúvel que a adsorva e arraste todas as impurezas, responsáveis pela sua natureza turva.
A composição do caldo de cana em processamento e o tipo de açúcar aproduzir têm sido aceitos como os principais fatores que determinam o processo de purificação a utilizar.
Dos inúmeros processos estudados e conhecidos, com vista à floculação dos colóides do caldo, apenas os baseados na mudança de reação do meio e de temperatura prevaleceram industrialmente.
O caldo misto da cana que flui das Moendas encerra em solução diversas substâncias solúveis como sacarose,glucose, frutose, sais minerais, etc. ,e ,em suspensão,bagacilho, terra, cera, etc.Como se trata de matéria prima extrativa, o caldo de cana é de composição extremamente variável, podendo apresentar modificações em função de:
a- Variedade , idade e sanidade da cana;
b- Condições climáticas;
c- Tratos culturais;
d- Condição do solo;
e- Tempo de espera para a industrialização após adespalha pelo fogo;
f- Tempo de espera para a industrialização após o corte, etc.
Em razão dessas prováveis modificações, o caldo de cana apresenta-se como um material que pode reagir diferentemente quando submetidos aos processos usuais de clarificação. Por esses processos, procura-se separar tanto quanto possível do caldo as impurezas em suspensão, e as dissolvidas, sem afetar a sacarosepresente, tornando-o claro e cristalino.
Os reflexos de uma purificação mal feita se fazem sentir nas fases posteriores da fabricação. Na fase de evaporação, por exemplo, a separação de parte das impurezas minerais e orgânicas do caldo, na forma de incrustação, concorre para a diminuição da capacidade evaporativa dos vasos de múltiplos efeitos, comprometendo-se, assim, a eficiência dessesequipamentos. Em realidade, a incrustação não deixa de ser uma clarificação complementar, desenvolvida quando o caldo clarificado passa a condição de xarope.
Por outro lado, as impurezas não separadas do caldo pela clarificação podem se constituir, na fase de cozimento, em núcleos de cristalização de sacarose, dando origem a cristais impuros; durante o crescimento dos cristais, essasimpurezas podem também aderir às sucessivas capas cristalinas, depreciando-os. Em conseqüência, a fase de centrifugação e a de conservação do açúcar final ficam comprometidas; uma massa cozida, contendo cristais impuros, cristais de diferentes tamanhos, falsos cristais, etc., não se centrifuga bem, ou seja, não permite uma separação correta dos méis.
Portanto, a purificação do caldo com vista àprodução de qualquer tipo de açúcar , deve ser conduzida visando-se:
a- Remover as impurezas em suspensão;
b- Evitar a inversão da sacarose;
c- Evitar a destruição dos açúcares redutores;
d- Diminuir o teor de sais solubilizados;
e- Aumentar o coeficiente de pureza do caldo;
f- Produzir um caldo límpido, transparente, tal qual o obtido pela dissolução de açúcar em água.Atualmente, na grande prática açucareira, os processos básicos de purificação estão baseados numa peneiragem inicial do caldo misto e numa clarificação posterior, utilizando-se de reagentes químicos e do efeito da temperatura.
Dos diversos reagentes químicos existentes, a cal constitui o agente básico de todos os processos de clarificação. Além da cal , para a produção de melhores tipos de açúcar,o enxofre é o reagente mais usual.
Esses reagentes, alterando as condições de pH do meio, aliado ao efeito da temperatura, provocam quando adicionados ao caldo de cana, a formação de precipitados, que produzem a remoção, em maior ou menor grau, de suas impurezas. A adição de auxiliares de clarificação ou de decantação, tais como a de fosfatos, polieletrólitos, etc., em face de possíveis...
tracking img