Fases da educação

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO MUNDIAL

PERÍODO PRIMITIVO:

Existia educação, não na forma de escolas, de forma formal.

Objetivava ajustar a criança ao seu ambiente físico e social, através da

aquisição das experiências (dos mais velhos);

Os chefes de família, grupos eram os primeiros professores e em

seguida os sacerdotes.

PERÍODO ORIENTAL:

O surgimentoda escrita;

Transição da sociedade primitiva para a civilização;

Surgimento da cidade e do estado;

Mantinha a cultura dominante através da educação.

PERÍODO GREGO
:
É o berço da civilização, tendo como seus principais representantes:

Sócrates, Aristóteles e Platão;

Tem como princípio o desenvolvimento individual do ser humano;

Preparaçãopara o desenvolvimento intelectual da personalidade e a

cidadania;

Ideais pautados na liberdade política e moral e no desenvolvimento

intelectual.

PERÍODO ROMANO:

Não existia democratização;

A educação dava ênfase à formação moral e física (formação do

guerreiro);

O ideal de Direitos e deveres.

PERÍODO MEDIEVAL:

Ponto de início:doutrina da igreja católica;

Conhecido como o século das trevas;

Educação conservadora;

Criticava a educação grega (liberal) e romana (prática);

Fundação da Companhia de Jesus (jesuítas).

PEÍODO DO RENASCIMENTO:

Conhecida como o século das luzes;

Interesse pela educação grega e romana;

Privilegio aos que detinham o poder (nobres, clérigos);Principais pensadores:

• João Amós Comennius (Livro: Didática magna);

• Jean Jackes Rousseau (A educação com alegria e prazer);

PERÍDO DA MODERNIDADE:

Surge no século XVII;

Separação entre a igreja católica e o estado;

Continua com o privilegio aos que detinham o poder (nobres, clérigos)

e a população continua na ignorância;

Principaispensadores: Pestalozzi, Herbart e Froebel;

A burguesia se consolida.

Consolidação da burguesia;

HISTÓRIA DA EDUCAÇÃO NO BRASIL

PERÍÓDO COLONIAL:

Marcado por três fases: Jesuítica, Pombalina e Joanina;

• Jesuítica:

Chegada ao Brasil em 1549 (objetivo: catequizar; com isso

combater o avanço da ReformaProtestante);

Principal representante foi Inácio de Loiola;

Educação voltada para a transmissão do conhecimento,

objetivando catequizar;

Privilegiavam a classe burguesa.

• Pombalina:

Expulsão dos Jesuítas;

Surge o ensino público, financiado pelo estado;Professores desqualificados;

Simplificação e abreviação dos estudos (para a formação

do trabalho e com isso obtenção de lucro por parte dos

detentores do poder).

• Joanina:

Criação do ensino superior no Brasil.

Ensino dividido em 3 faixas: Ensino primário, leitura e

escrita eensino secundário, aulas régias e ensino superior.

PERÍODO IMPERIAL:

Educação primária gratuita a todos os cidadãos (somente aos filhos de
homens livres, não se estendia aos filhos de escravos);

Privilegiava a educação primária e profissionalizante
.
Crise na monarquia marcada por diversas questões (abolicionista,
republicana, religiosa, militar), onde importantesintelectuais da elite
abraçaram os ideais do liberalismo burguês.

PERÍODO REPUBLICANO:

Coloca- se em questão o modelo educacional herdado do império;
1920: educação elitista entra em crise;
1890: colocado em prática a Reforma Benjamin Constant, que tinha
como princípios orientadores a liberdade, laicidade do ensino (leigo) e
gratuidade da escola primária;
Ensino...
tracking img