Fasdfdsa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2077 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA “LUIZ DE QUEIROZ”















HIDRÁULICA: EXERCÍCIOS









Sérgio Nascimento Duarte

Prof. Dr. – Dpto. de Eng. Rural


Tarlei Arriel BotrelProf. Livre Docente – Dpto. de Eng. Rural


Raquel Aparecida Furlan
Pós-Graduanda- Dpto. de Eng. Rural






Piracicaba, 1996
Exercícios sobre Hidrometria, Orifícios e Bocais

1) Um tubo de Pitot acoplado a um manômetro diferencial é instalado num ponto deocorrência de velocidade média da seção de uma canalização através da qual escoa um líquido de densidade 1,6. Calcule a velocidade média de escoamento para uma deflexão de 75 mm na coluna de Hg. (Considere C = 0,92).

2) A figura ao lado representa um Tubo de Pitot (C = 0,98) instalado no eixo de uma canalização de 100 mm de diâmetro, que conduz água. Calcular a vazão para o desnível observado.(Considerar V.máx. = 1,25 V. média).
[pic]
3) Um manômetro diferencial contendo um líquido de densidade 1,25 é adaptado a um Tubo de Pitot (C = 0,92). Qual será a deflexão do líquido indicador quando esse medidor for instalado num ponto de uma canalização onde escoa água a uma velocidade de 1,42 m/s?

4) Em um córrego, foi colocado um flutuador de superfície que gastou 100 seg parapercorrer 40 m. Sendo 1,50 m2 a área média da seção transversal, estime a vazão do córrego. (Considerar V média = 0,85 V superf.)

5) Em uma tubulação horizontal de 4m de diâmetro, a água é descarregada livremente à atmosfera, atingindo o solo à distância de 2 metros. Estimar a vazão, sabendo-se que esta tubulação se encontra a 2,5 metros do solo.

6) Estime a pressão na saída da bomba (ponto 1)da figura abaixo. (Use a Fórmula de Flamant e despreze as perdas localizadas). Dados: Tubulação de PVC (b = 0,000135) de 25 mm de diâmetro.
[pic]
7) Um reservatório de base 3 x 3 m e 2 m de altura é esvaziado através de um bocal cilíndrico (cv = 0,82; cc = 1,00) de 25 mm de diâmetro, localizado no centro de uma das paredes, a 1 m do solo, como mostra a figura abaixo. Assumindo queinicialmente o reservatório está completamente cheio, calcule o alcance do jato (X) quando transcorridos 20 minutos do esvaziamento.
[pic]
8) O nível d’água no reservatório do esquema abaixo oscila entre 3 e 5 metros a partir do centro de um orifício (cv = 0,98) na parede lateral. Qual deve ser o diâmetro do funil, situado a 2 metros abaixo do orifício, afim de que toda a água caia dentro do mesmo.[pic]
9) Pretende-se estabelecer uma escala de leitura na componente horizontal do par de réguas ortogonais da figura 2, para se avaliar periodicamente a descarga livre, em l/s, de um tubo de 62 mm de diâmetro. Sabendo-se que a componente vertical terá o comprimento fixo em 50 cm, calcule quantos centímetros deverá ter cada intervalo de leitura “z”, correspondente à 0,5 l/s.
[pic]
10) Ummanômetro diferencial contendo líquido indicador de densidade 1,25 está acoplado a um venturímetro de 300/150 mm. Sabendo-se que para uma deflexão de 110 cm do líquido indicador corresponde uma vazão de 40 l/s, determine o coeficiente de descarga desse medidor. (líquido em escoamento = H2O).

11) Objetivando-se calibrar um diafragma de 30 mm de diâmetro instalado numa tubulação de 50 mm de diâmetro ,colocou-se um tanque volumétrico de 1,5 m de diâmetro no final da tubulação para avaliação da vazão. Sabendo-se que quando o manômetro diferencial acusava uma diferença de 15 cm da coluna de Hg havia variação do nível d’água no tanque de 47, 02 cm em 5 minutos. Estime o coeficiente de descarga do diafragma.

12) Calcule a deflexão “L” do manômetro contendo tetracloreto de carbono como...
tracking img