Farmacoterapia na saude do idoso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 49 (12213 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1. INTRODUÇÃO

A proporção de idosos na população brasileira vem crescendo rapidamente desde o início da década de 1960, quando a queda das taxas de fecundidade e o aumento da expectativa de vida começaram a alterar sua estrutura, estreitando progressivamente a base da pirâmide populacional e alargando seu ápice. (MENESES, A. L. L de; SÁ, M. L. B., 2011)
O processo de envelhecimento éacompanhado pelo surgimento de múltiplas doenças simultaneamente, sobretudo as crônicas, e, devido a isso, faz se necessário o uso de vários medicamentos de forma contínua e concomitante. (GORZONI, M. L, et al., 2008)
Embora o uso de medicamentos seja uma questão relevante em todas as faixas etárias, as pesquisas sobre o assunto têm se dedicado, com freqüência, ao paciente idoso, em decorrência daspeculiaridades desse grupo etário. (LIEBER, N. S. R. et al. 2002)
Os idosos apresentam, com frequência, múltiplas comorbidades e redução da reserva funcional de órgãos e sistemas. A farmacoterapia nesta população tem suas peculiaridades, por redução da massa muscular e da água corporal, alterações do metabolismo hepático, dos mecanismos homeostáticos, bem como da capacidade de filtração e deexcreção renal. Disso decorre a dificuldade de eliminação de metabólitos, o acúmulo de substâncias tóxicas ao organismo e a vulnerabilidade à ocorrência de reações adversas. As alterações neurossensoriais (déficit visual, hipoacusia) e o declínio cognitivo tornam ainda mais complexos e difíceis a adesão e o uso apropriado dos produtos farmacêuticos nesta população. Embora a exposição a múltiplos fármacos(polifarmácia) não seja necessariamente sinônimo de prescrição inapropriada ou iatrogenia, aumentam os riscos acima descritos. Além disso, metade dos indivíduos em uso de seis ou mais diferentes fármacos, usualmente recebem as prescrições de três ou mais diferentes médicos, o que aumenta a possibilidade de interações medicamentosas e de desarticulação entre as condutas, agravando a complexidade dasprescrições. (Barbosa, Maria T, 2009)

Esse grupo etário consiste no segmento social mais medicamentado, chegando a constituir mais de 50% dos usuários de múltiplos medicamentos. Dessa forma, o conhecimento e o estudo do padrão de utilização de medicamentos pela população idosa são de fundamental importância para as estratégias de prescrição racional de fármacos na prática geriátrica.(CASTELLAR, J. I; et al., 2007)
Entre os principais indicadores da qualidade de uma farmacoterapia prescrita aos idosos, podem ser destacados o número de medicamentos empregados, a proporção dos fármacos contra-indicados à faixa etária, além das associações que possam provocar interações medicamentosas potencialmente perigosas e as redundâncias farmacológicas. Diferentes pesquisas investigam a ocorrênciadesses problemas para utilizá-los como indicadores da qualidade da assistência farmacêutica prestada ao idoso. (CASTELLAR, J. I; et al., 2007).

















2. DESENVOLVIMENTO


2. Definição

A Organização Mundial da Saúde (OMS) define pessoa idosa como aquela de 60 anos de idade ou mais, para os países em desenvolvimento, e de 65 anos ou mais, para os paísesdesenvolvidos. (Marin, 2008).
Envelhecer pode ser definido como um processo de desgaste cumulativo, irreversível, universal e não patológico, que provoca deterioração do organismo maduro, tornando-o incapaz de cumprir com as funções fisiológicas básicas, levando o indivíduo á morte. Embora isso seja verdadeiro e comum a todos os seres, a forma como esse processo de desgaste ocorre e como é encarado, não éa mesma paratodos, nem igual em todos os contextos. Depende de características individuais, de como os homens produzem e reproduzem sua vida material e espiritual, e se modifica de acordo com a cultura e os valores de cada sociedade concreta. (Marin, 2008).

2.1. Principais Características

O envelhecimento pode ser um processo conseqüente de alterações no organismo, manifestado de forma...
tracking img