Farmacia basica

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1217 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 9 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FARMÁCIA BÁSICA
(Lara Rayssa L. M. Ribeiro)1; (Ana Paula Guida de Sena)2; (Kalliny Mendes)3; (Edivan Alves)4; (Jaquiane Nunes)5; (Leonardo Mendes Bezerra)6; (Marta Helena Facco Piovesan)7; (Urá Lobato Martins)8
1 Discente de Direito – Faculdade de Balsas/UNIBALSAS – ENAPIC/Unibalsas – lararayssa@hotmail.com; 2 Discente de Direito – Faculdade de Balsas/UNIBALSAS –ENAPIC/Unibalsas – paullynha.senna@hotmail.com; 3 Discente de Direito – Faculdade de Balsas/UNIBALSAS – ENAPIC/Unibalsas – novavidaa@hotmail.com; 4Discente de Direito – Faculdade de Balsas/UNIBALSAS – ENAPIC/Unibalsas - kallinymendes322@hotmail.com; 5Discente de Direito – Faculdade de Balsas/UNIBALSAS – ENAPIC/Unibalsas - jaquiany_nunes@hotmail.com; 6Professor Orientador – Faculdade deBalsas/ Unibalsas - 7Professor Colaborador – Faculdade de Balsas/ Unibalsas – martahpiovesan@hotmail.com; 8Professor Colaborador – Faculdade de Balsas/ Unibalsas – uramartins@ig.com.br.

RESUMO
A pesquisa objetivademonstrar como é, na prática, a funcionalidade da Saúde pública, que de acordo com o Ministério da saúde a conceitua como “Saúde é estado de completo bem estar físico, mental e social e não apenas ausência de doenças ou enfermidades”, bem com o programa Farmácia Básica, que será nosso foco nesta pesquisa, sua implantação, estruturação e como funciona os repasses a esse programa, criado pelo governofederal para suprir as deficiências dos postos de saúde na país, os métodos utilizados, como entrevista, pesquisas de campos, nos relatam uma grande anormalidade da realidade com o objetivo do programa.

Palavras chave: saúde, legislação, repasses. Inverdades.

INTRODUÇÃO
De acordo com a portaria de 1997, onde estabelece a criação do Programa Farmácia Básica em municípios que tenham menos de vinteum mil habitantes. O programa, Tem como prioridade suprir os postos de saúde com os medicamentos selecionados, pelo M.S os quais são de caráter permanente, ou seja controlados como: Diabetes Milicos, Endemias Focais, Hanseníase, hemoderivados e hanseníase , para excepcionais tais como: doenças crônicas. Alzheimer, Parkson, Hepatite, Esquizofrenia entre outras. No ano em que se completa 15 anosdo Programa Farmácia Básica trouxemo-nos uma pertinente reflexão: “A sociedade em um todo, tem se provido desse programa ou não tem dele conhecimento.” Os objetivos desta pesquisa e trazer dados concretos, diagnosticar o referido programa e mostrar se de fato o mesmo estar atendendo aos anseios da população, no que tange a distribuição gratuita dos medicamentos que o cidadão tem por direito.A discussão aqui proposta tem por objetivo alertar sobre a distribuição de medicamentos nas farmácias básicas. A ampliação do acesso da população ao sistema de saúde exigiu mudanças na distribuição de medicamentos, de maneira a aumentar a cobertura e ao mesmo tempo minimizar custos. Identificam-se avanços no arcabouço jurídico e institucional: descentralização da gestão das ações da assistênciafarmacêutica; ampliação do acesso da população aos medicamentos essenciais; e estruturação da assistência farmacêutica nos municípios. No entanto a farmácia básica está ligada a distribuição de medicamentos essências para a população.
A localidade de Balsas, lugar onde está sendo explorado esse assunto, necessita desse Programa instalado em conformidade com as determinações da lei. A cidadeatende a todos os requisitos expostos e tem bem mais que vinte um mil habitantes, muitos deles são pessoas humildes que não tem condições de comprar os medicamentos básicos então se conclui que a Farmácia acaba por beneficiar a todos os cidadãos.

METODOLOGIA
A principio a pesquisa foca na legislação que criara o programa, trazendo dados oficiais do M.S, e os valores que...
tracking img