Fala e escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 22 (5280 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
COMUNICAÇÃO E EXPRESSÃO

FALA E ESCRITA

O texto caracteriza-se por ser “um evento sociocomunicativo, que ganha existência dentro de um processo interacional.” (Koch & Elias: 2009, p.13). Desta maneira, qualquer texto é efeito de uma parceria entre interlocutores e o que diferenciará o texto escrito do falado será o contexto de sua realização. Há inúmeras razões para justificar o ato daescrita, porém todos podem ser resumidos na impossibilidade da fala de dar conta de todas as necessidades comunicativas do ser humano
O texto falado caracteriza-se por ser interativo e não planejado previamente construindo-se no próprio momento da interação. Já o texto escrito apresenta uma relação padrão de dialogicidade na qual o escritor considera a perspectiva do leitor, ou seja, interagecom um tipo de leitor cujas respostas e reações ele, em maior ou em menor grau, prevê.
Desta maneira, fala e escrita são, por conseguinte, modalidades da língua e, apesar de serem estruturadas no mesmo sistema lingüístico, apresentam características próprias.
Dois aspectos essências caracterizam a escrita e conferem a ela a marca da permanência:


➢ A escrita atravessa o tempo➢ A escrita atravessa o espaço

A primeira e fundamental diferença entre a fala e a escrita é o princípio da organização. Ao contrário da fala – que em muitos aspectos é apenas um ponto de partida ou base geral – a escrita oferece um sistema específico de regras que, em muitos aspectos, não coincide com a fala.




← ATIVIDADES




Um bom texto obedece sempre auma organização prévia. Vejamos como se organiza um texto escrito.


O velho marujo
Homo erectusnavegava há 160.000 anos


Uma recente descoberta científica na indonésia pode ajudar a reescrever os primeiros capítulos da história da navegação. Na semana passada, uma equipe de paleontólogos holandeses e indonésios levantou a tese de que o Homo erectus, que deu origem ao homemmoderno, foi o primeiro ser a construir embarcações e singrar os mares. Isso teria ocorrido há 160.000 anos. Até agora, a hipótese mais aceita era que a navegação se teria iniciado muito tempo depois dessa época, 60.000 anos atrás. As evidências que sustentam essa nova teoria são alguns fósseis encontrados na Ilha de Flores, que faz parte do arquipélago indonésio, no final do ano passado.
Ospesquisadores acharam pedras com marcas de trabalho humano junto a ossos de uma espécie extinta de elefante primitivo, chamado de estegodonte. Numa camada de terra inferior àquela em que foram encontrados esses fósseis, os cientistas também descobriram restos de fauna insular, cuja origem remonta a 160.000 anos. A existência de bichos tão antigos com essa característica seria a prova de que a ilha nãoestava ligada ao continente antes da chegada dos primeiros homens à região. Logo, o homem só poderia ter alcançado a Ilha de Flores naquela época se tivesse navegado pelo mar de Java. Tudo muito lógico, argumentam os pesquisadores.


TRONCOS DE ÁRVORES – “Mas deve ser muito difícil encontrarmos algum vestígio das embarcações usadas pelo Homo erectus”, afirma o paleontólogo Gert Van derBergh, da Universidade de Utrecht, Holanda. Ninguém sabe com certeza absoluta como eram os primeiros objetos flutuantes sobre os quais os homens se lançaram ao mar. A imagem mais comum que vem à mente dos pesquisadores é de um tronco de árvore ou no máximo uma espécie de balsa, formada pela junção de vários troncos sólidos. O homem só deve ter tido a ideia de escavar as toras de árvore para facilitarsua entrada nessas rudimentares embarcações depois de ter observado um tronco oco flutuando no mar.
Embora as evidências anteriores à descoberta dos paleontólogos holandeses e indonésios apontem para o início da navegação há 60.000 anos, os primeiros desenhos de uma antiga canoa remontam a apenas 6.000 anos, no antigo Egito. Os restos mais antigos das primitivas embarcações de que se tem...
tracking img