Fala e escrita

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1344 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de agosto de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FALA E ESCRITA: SEMELHANÇAS? DIFERENÇAS?1
1. Das semelhanças e diferenças Antes de introduzirmos a questão das semelhanças e diferenças entre as modalidades oral e escrita da língua, cabe distinguir gêneros de discurso (ou gêneros de texto) e tipos de discurso (ou tipos de textos ou ainda tipos de seqüências textuais). Os gêneros são formas textuais estabilizadas, histórica e socialmentesituadas, embora maleáveis e dinâmicas, pois atendem às necessidades comunicativas humanas imediatas, que variam a cada comunidade e período de tempo. Caracterizam-se mais por suas funções comunicativas, cognitivas e institucionais do que por suas peculiaridades lingüísticas e estruturais. Por isso, quando nomeamos um gênero de discurso, não nomeamos uma forma lingüística e sim uma forma de realizarlingüisticamente objetivos específicos em situações sociais particulares. Há inúmeros gêneros, alguns com manifestação possível através das modalidades oral e escrita da língua, outros apenas realizando-se em uma delas: conversação cotidiana, telefonema, sermão, carta comercial, carta pessoal, bilhete, aula expositiva, peça teatral, reunião de condomínio, horóscopo, e-mail, receita culinária, bula deremédio, lista de compras, cardápio de restaurante, instruções de uso, outdoor etc. Em contraste, os tipos de discurso são definidos pela natureza lingüística de sua composição (aspectos lexicais, morfossintáticos, semânticos): narrativa, argumentação, explicação, descrição, injunção. Um mesmo gênero pode possuir dois ou mais desses tipos. É possível, por exemplo, que um único e-mail contenhanarrativa, argumentação, injunção etc. Os gêneros distribuem-se em classes consoante os traços dos tipos que os caracterizam. Assim, gêneros como o romance, o conto, o laudo de acidente e a notícia pertencem à classe dos gêneros narrativos, por conterem, prototipicamente, seqüências narrativas. (cf. MARCUSCHI, 2003; BONINI, 2005) Quando se comparam fala informal (uma conversa cotidiana entre doisamigos, por exemplo) e escrita formal (um texto acadêmico, por exemplo), encontram-se grandes diferenças. No entanto, quando se comparam textos orais e escritos de mesmo gênero, observam-se, ao lado de uma gama de similaridades resultantes da identidade de gênero, as diferenças que, aí sim, podem ser atribuídas ao plano da modalidade da língua. Os estudos que comparam fala e escrita podem seralinhados, em termos gerais, sob duas perspectivas: a) os que focalizam as diferenças entre as duas modalidades; e b) os que evidenciam as semelhanças entre o código oral e o escrito. No primeiro caso, costumam ser levantadas oposições que envolvem, entre outros, os pares: dependência contextual/ textual; fragmentação/ integração; envolvimento/ distanciamento; produção rápida/ lenta; construçõescombinadas/ encaixadas; conectores coordenativos/ subordinativos; flexão esparsa/ abundante (cf. CHAFE, 1982; TANNEN, 1985, entre outros). A fala é caracterizada pelo conjunto dos primeiros componentes dos pares e a escrita, pelo conjunto dos segundos. À oposição binária entre as características subjaz a idéia de que as modalidades são invariantes. (cf. GÖRSKI; TAVARES, 2001) Enfoques que evidenciam assemelhanças entre as duas modalidades consideram que ambas são constituídas de forma a atender às condições gerais de uso da linguagem, podem expressar as mesmas intenções e compartilhar o mesmo código lingüístico (léxico e gramática); e explicam as diferenças como acarretadas pelas condições de produção da linguagem, em última instância pelo nível de formalidade e de obediência às convenções da normapadrão. A forma se adapta à situação de uso. Há uma tendência de os estudiosos tratarem as diferenças formais como decorrentes muito mais do gênero/ tipo de texto e do registro do que da
Texto adaptado, para esta disciplina, de Maria Alice Tavares, professora do curso de Letras, do mestrado e do doutorado da Universidade Federal do Rio Grande do Norte.
1

1

modalidade, propondo o...
tracking img