fafa

Páginas: 7 (1744 palavras) Publicado: 28 de junho de 2013
In: Dicionário de Conceitos Históricos - Kalina Vanderlei Silva e Maciel Henrique Silva – Ed.
Contexto – São Paulo; 2006

MEMÓRIA
Segundo Jacques Le Goff, a memória é a propriedade de conservar certas
informações, propriedade que se refere a um conjunto de funções psíquicas que permite
ao indivíduo atualizar impressões ou informações passadas, ou reinterpretadas como
passadas. O estudo damemória passa da Psicologia à Neurofisiologia, com cada aspecto
seu interessando a uma ciência diferente, sendo a memória social um dos meios
fundamentais para se abordar os problemas do tempo e da História.
A memória está nos próprios alicerces da História, confundindo-se com o
documento, com o monumento e com a oralidade. Mas só muito recentemente se tornou
objeto de reflexão dahistoriografia. Só no fim da década de 1970 que os historiadores da
Nova História começaram a trabalhar com a memória. Na Filosofia, na Sociologia,
antropologia e principalmente na Psicanálise, no entanto, os estudos sobre a memória
individual e coletiva já estavam avançados. Foi o fundador da Psicanálise, e um dos
ícones da modernidade, Sigmund Freud, quem no século XIX iniciou amplos debates em
tornoda memória humana, trazendo à tona seu caráter seletivo: ou seja, o fato de que
nos lembramos das coisas de forma parcial, a partir de estímulos externos, e escolhemos
lembranças. Freud distinguiu a memória de um simples repositório de lembranças: para
ele, nossa mente não é um museu.
Nesse aspecto, ele remete a Platão, que já na Antiguidade apresentava a memória
como um bloco de cera, ondenossas lembranças são impressas. Quando os
historiadores começaram a se apossar da memória como objeto da História, o principal
campo a trabalhá-la foi a História Oral. Nessa área, muitos estudiosos têm-se preocupado
em perceber as formas da memória e como esta age sobre nossa compreensão do
passado e do presente. Para teóricos como Maurice Halbawchs, há inclusive uma nítida
distinção entrememória coletiva e memória histórica: pois enquanto existe, segundo ele,
uma História, existem muitas memórias.
E enquanto a História representa fatos distantes, a memória age sobre o que foi
vivido. Nesse sentido, não seria possível trabalharmos a memória como documento
histórico. Essa posição hoje é muito contestada. Antonio Montenegro, por exemplo,
considera que apesar de haver uma distinçãoentre memória e História, essas são
inseparáveis, pois se a História é uma construção que resgata o passado do ponto de
vista social, é também um processo que encontra paralelos em cada indivíduo por meio
da memória.
Mas a memória não é apenas individual. Na verdade, a forma de maior interesse
para o historiador é a memória coletiva, composta pelas lembranças vividas pelo indivíduo
ou queIhe foram repassadas, mas que não Ihe pertencem somente, e são entendidas
como propriedade de uma comunidade, um grupo. O estudo histórico da memória coletiva
começou a se desenvolver com a investigação oral. Esse tipo de memória tem algumas

características bem específicas: primeiro, gira em torno quase sempre de lembranças do
cotidiano do grupo, como enchentes, boas safras ou safras ruins,quase nunca fazendo
referências a acontecimentos históricos valorizados pela historiografia, e tende a idealizar
o passado. Em segundo lugar, a memória coletiva fundamenta a própria identidade do
grupo ou comunidade, mas normalmente tende a se apegar a um acontecimento
considerado fundador, simplificando todo o restante do passado. Por outro lado, ela
também simplifica a noção de tempo,fazendo apenas grandes diferenciações entre o
presente ("nossos dias") e o passado ("antigamente': por exemplo). Além disso, mais do
que em datas, a memória coletiva se baseia em imagens e paisagens. O próprio
esquecimento é também um aspecto relevante para a compreensão da memória de
grupos e comunidades, pois muitas vezes é voluntário, indicando a vontade do grupo de
ocultar determinados...
Ler documento completo

Por favor, assinar para o acesso.

Estes textos também podem ser interessantes

  • fafa
  • fafa
  • fafa
  • fafa
  • fafa
  • Fafa
  • Fafa
  • fafa

Seja um membro do Trabalhos Feitos

CADASTRE-SE AGORA!