Faculdade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (269 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
O pensamento Social de Mary Richmond

Influenciadora na profissão de assistente social no mundo inteiro, principalmente na America Latina, ainda assim nem sempre tenha sidocompreendida como ela o desejaria.
A sua doutrina que enfoca duas principais noções: “diagnóstico social” e “caso social” relatadas nas suas duas obras, porém as maisconhecidas: “Social Di agnostic” e “What is Social Casework? Destas duas noções citadas chegamos a suas idéias sobre trabalhos com as massas, reforma social, atuação dos voluntários eformação profissional contida em panfletos e artigos reunidos no “Long View”.

A noção de “Diagnóstieo Social”²

Mary Richmond pioneira da terminologia do serviço social tinhacomo objetivo baseado em seus conhecimentos de que fosse reconhecida uma área de serviço especializada voltada para o social, da mesma forma quais profissionais como medico,juristas, engenheiros e etc.
O serviço social seria criado para atender necessidades principalmente a pessoas sem recursos. Pelo fato da C.O.S. consumir maior parte do seu tempoMary Abandonou provisoriamente o projeto, mas, após um tempo ela tornou a considerar seu projeto inicial porem com outra linha de pensamento, investigar o pedido do cliente.
Oassistente social teria que averiguar as situações de cada caso buscando a veracidade para conclusão dos casos sociais da melhor forma possível.
Como, atentar para asevidências nas quais uma pode ser insignificante, mas, o conjunto pode ser primordial, a compreensão de cada situação e identificar a causa do problema. Isso tudo é necessário para um bomdiagnóstico que deve ser completo e claro contendo não só os problemas, mas citando as dificuldades as circunstâncias e personalidade de diferenciar aquele caso de outros
tracking img