Facul

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 21 (5125 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Capitulo 1
INTRODUÇÃO
A humanidade é marcada pelo trabalho, o que olhamos, o que pensamos e o que utilizamos é em conseqüência dele. Tudo o que cerca a existência humana é fruto do trabalho, diferente dos animais, o homem atua afetivamente sobre o meio em que vive, modificando-o, criando ferramentas para seu próprio sustento e o mais importante, transmitindo as formas de utilização dessasferramentas para as próximas gerações. O trabalho não é obra isolada do homem, faz parte de um contexto social, onde cada indivíduo contribui com a sua partícula de trabalho em prol do seu meio social.
Historicamente, o trabalho é para alguns um meio de sobrevivência, para outros, um meio de acúmulo de riquezas. Assim, tornou-se produto, quando para sobreviver a maioria necessitou vendê-lo aospoucos que podiam comprar. É essa inter-relação proveniente da compra e venda da força de trabalho que estrutura o nível sócio-pessoal de cada indivíduo, ou seja, quanto ganha, como se diverte, os horários que cumpre no trabalho, o lugar onde executa suas atividades, com quem se relaciona, a qual família pertence, sua satisfação com o trabalho que executa e com os colegas de profissão, chefias etc..,as normas que cumpre, as recompensas que recebe, direitos e deveres etc.. O trabalho identifica, portanto, o indivíduo na sociedade a qual pertence.
1.1 - A História do Trabalho
A necessidade e o desejo dos homens de facilitar o seu trabalho e de dispor de reservas para enfrentar os desastres naturais incentivaram a aperfeiçoar os seus instrumentos e criar hábitos de trabalho. Mas ao mudar osistema primitivo, o homem inconscientemente, sem pensar nas conseqüências que traria na área social, preparou o passo para a escravidão.
A base das relações de produção neste regime era a propriedade privada do senhor, tanto dos meios de produções como dos trabalhadores: os escravos.
O regime de escravidão castigou os trabalhadores, os escravos com terríveis calamidades e sofrimentos. Osopressores viam com desprezo o trabalho físico indigno de homens livres. A partir deste momento, os homens já mais serão iguais em seus direitos.
O trabalho de grande número de escravos permite a construção de obras maiores, como canais, represas, caminhos, navios, prédios etc.E as pessoas da sociedade livre que já não precisavam desenvolver trabalhos físicos ficam com tempo para se dedicar a ciência e asartes.
Mas chega um momento que as possibilidades de progresso que o regime escravista poderia oferecer ficam esgotadas. Os senhores, dispondo de trabalho quase que de graça, não se interessavam no aperfeiçoamento das técnicas de produção, e os escravos não tinham, evidentemente interesse no trabalho, não sendo possível confiar a eles instrumentos delicados e funções mais importantes. Odesenvolvimento encontrou uma barreira que eram as velhas relações de produção e que somente poderia ser superada com uma revolução social, a que acabou sendo iniciada pelos próprios escravos e acompanhada pelos segmentos mais pobres da sociedade livre.
Regime Feudal
Aparece uma nova forma econômica, política e social: o feudalismo.
A base das relações de produção deste regime é a propriedade dossenhores feudais sobre os médios de produção e, em primeiro lugar sobre a terra. A palavra feudal provem do latim “feodum” que identifica as terras que o rei distribuía entre os seus senhores em pago ao apoio militar (segurança).
As relações entre senhores e servos eram antagônicas e correspondiam a uma contradição irreconciliável. A luta elevou-se na sociedade feudal e um nível mais elevado que oconhecido na escravidão. Os camponeses foram lutando com força cada vez maior contra a opressão feudal para obter o direito de dispor livremente do produto de seu trabalho.
Regime Capitalista
Da história universal, a Revolução Francesa é um dos acontecimentos mais importantes e de forte influência política que influiu fortemente nos destinos posteriores da humanidade. Das fileiras da classe...
tracking img