Facul direito

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3406 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 25 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
1

RESENHA Quezia Souza Carmo1 Renata Maria Nunes Crispim da Silva Chaves Lima2

FARALLI, Carla. A Filosofia Contemporânea do Direito: temas e desafios. São Paulo: WMF Martins Fontes, 2006.

De nacionalidade italiana, nascida em 12 de agosto de 1949, Carla Faralli é Professora e estudiosa de Filosofia do Direito na Universidade de Bolonha, tendo iniciado seus estudos de infância nessa mesmalocalidade. Possui larga experiência editorial, já tendo sido membro do corpo editorial de cinco revistas diferentes, entre italianas e de outras procedências, tais como “Ratio Juris”, uma espécie de revista internacional de jurisprudência e filosofia do direito (Basil Blackwell: Oxford) e a “IVR Newsletter”; e realizado uma série de outros trabalhos editoriais de publicação e revisão. Tambémpossui longa experiência profissional e científica acadêmicas em filosofia, sociologia, literatura e direito, tendo sido professora, assistente e coordenadora de pesquisas em sua área de atuação. Seus interesses de pesquisa filosófico-jurídica se concentram no positivismo e realismo jurídicos. Carla Faralli também já publicou alguns livros de temática filosóficojurídica, tais como: “Saggio su AxelHägerström”; “Il realismo di Hägerström e il positivismo filosófico”; “Una filosofia del diritto per la democrazia”; “Aspetti della cultura giuridica italiana nell'età del positivismo”. Possui vasta produção de artigos científicos, a exemplo dos títulos seguintes: “Il pensiero di G. Fasso` negli scritti dei suoi critici”; “I momenti della riflessione critica su Guido Fasso”; “Storia del dirittoromano e scienze sociali: un'integrazione difficile”; “La sociologia del diritto come critica della ragione giuridica”. Em sua obra intitulada “A filosofia Contemporânea do Direito”, que constitui propriamente o objeto da resenha em curso, a propósito de introdução, acerca da

1

Quezia Souza Carmo é graduanda do 9º período do Curso de Direito da Faculdade São Luís. Email: queziascarmo@hotmail.com2 Renata Maria Nunes Crispim da Silva Chaves Lima é graduanda do 9º período do Curso de Direito da Faculdade São Luís. E-mail: renatachaveslima@ymail.com

2

crise do positivismo jurídico, a autora apresenta a incerteza temporal que o termo “contemporaneidade” designa. Isto também ocorre por utilizar-se quase sempre o termo para se fazer referência ao tempo comum ao nosso, parecendo, assim,difícil apropria-se de uma porção de tempo que posteriormente se denomine de “contemporâneo”. O questionamento feito é o seguinte: caso venhamos a denominar contemporâneo tudo o que for correspondente ao tempo em curso, como se procede para delimitar o contemporâneo, isto é, que intervalo de tempo será considerado, então, contemporâneo? A impressão que inicialmente tem-se é a de que o contemporâneoé impossível de ser apropriado em termos temporais. E mesmo quando é fixada em datas precisas a contemporaneidade, a autora chega à conclusão de que não há limites culturalmente universalizáveis ao redor do mundo para a periodização do que se disser “contemporâneo”. Nesse contexto, Carla Faralli então indica pelo menos o momento de início da filosofia do direito contemporânea, fixado no final dosanos de 1960 (ou período pós - Hart). A partir da mencionada década a autora reflete o cenário da filosofia do direito, ora podendo ser denominada de contemporânea. Trata-se de uma fase de dissolução das escolas de pensamento tradicionais, e a formulação de novas pesquisas no âmbito filosófico-jurídico. Visualiza-se também a dissolução progressiva da importância das dicotomias jusfilosóficasclássicas, como “direito natural (John M. Finnis) x direito positivo (Neil MacCormick, Ota Weinberger, Joseph Raz)” e dos debates “jusrealistas”, de estudos críticos, que se ocupam da análise dos fatores reais de poder econômico e da teoria do direito feminista. O percurso realizado pelo movimento feminista se deu, num primeiro momento, com a necessidade de tratamento igualitário entre homens e...
tracking img