Facudade

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 9 (2168 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 19 de maio de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 3
2. Clico de Vida 4
2.1 Modelo – Cascata 4
2.2 modelo – ESPIRAL 5
2.3 MODELO - iterativo e incremental 5
3. Processos ágeis 8
3.1 Extreme Programming 8
4. RUP 10
4.1 Estrutura Básica do RUP 10
4.2 ConTeúdo do rup 11
CONCLUSÃO 12
REFERÊNCIAS 13
INTRODUÇÃO

Um processo de desenvolvimento de software engloba um conjunto de atividades,métodos, técnicas e práticas que guiam as pessoas na produção de software, permitindo que um produto seja coerentemente criado. Um processo eficaz deve considerar as relações entre as atividades, os artefatos requeridos e produzidos, os recursos, ferramentas e procedimentos necessários e a habilidade, o treinamento e a motivação do pessoal envolvido.

Do ponto de vista do usuário:deve ser correto, rápido,
Confiável, fácil de ser usado, eficiente, etc.
Do ponto de vista dos desenvolvedores: deve ser fácil de
Ser entendido, modificado, reutilizável, compatível com outros sistemas, portável, etc.

Atividades-chave do Processo:
• Planejamento, levantamento de requisitos, análise, projeto, implementação e testes;

• Escolha de um modelo de ciclode vida;

• Detalhamento das macro-atividades;

• Escolha de métodos e técnicas para a sua realização; Definição de recursos e artefatos necessários.

Neste portfólio iremos discutir sobre os ciclos de vida, mas a fundo.

Clico de Vida

O projeto de software tenta relacionar a forma e função de um sistema de software à estrutura do processo queproduz esse sistema. A tradição herdada de princípios da engenharia apresenta uma abordagem à problemática da crise de software da década de 60, que se baseia na crença de que um processo rigoroso de transformação de requisitos em sistemas é a chave para um projeto confiável.

O ciclo de vida de um produto visa olhar além das fronteiras da empresa, não se preocupando, necessariamente, com ascompetências da empresa avaliada. A questão seria (com um exemplo actual): quanto vale a pena investir (em pesquisas tecnológicas e em esforços de mercado) em fitas VHS? Através da análise do ciclo de vida do produto pode-se ter um forte auxílio para esta resposta.

1 Modelo – Cascata

O modelo Cascata é um modelo de engenharia projetado para ser aplicado nodesenvolvimento do software. A idéia principal que o dirige é que as diferentes etapas de desenvolvimento seguem uma seqüência: a saída da primeira etapa “fluiu” para a segunda etapa e a saída da segunda etapa “fluí” para a terceira e assim por diante. As atividades a executar são agrupadas em tarefas, executadas seqüencialmente, de forma que uma tarefa só poderá ter início quando a anterior tiver terminado.O modelo em cascata tem a vantagem que só avança para a tarefa seguinte quando o cliente valida e aceita os produtos finais da tarefa atual. O modelo pressupõe que o cliente participa ativamente no projeto e que sabe muito bem o que quer. Este modelo minimiza o impacto da compreensão adquirida no decurso de um projeto, uma vez que se um processo não pode voltaratrás de modo a alterar os modelos e as conclusões das tarefas anteriores, é normal que as novas idéias sobre o sistema não sejam aproveitadas. Numa tentativa de resolver este tipo de problema foi definido um novo tipo de processo baseado no clássico em cascata, designado por modelo em cascata revisto cuja principal diferença consiste em prever a possibilidade de parti-la de qualquer tarefa do ciclose poder regressar a uma tarefa anterior de forma a contemplar alterações funcionais e/ou técnicas que, entretanto tenham surgido, em virtude de um maior conhecimento que, entretanto se tenha obtido. O risco desta abordagem é que, na ausência de um processo de gestão do projeto e de controlo das alterações bem definido, podemos passar o tempo num ciclo infinito, sem nunca se atingir o objetivo...
tracking img