Fabrica de sabonetes

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 15 (3671 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
REDES DE FARMACIA
FARMA VIDA





















CAMPINA GRANDE DO SUL
2011
KATIA LEODORO
NEILA PADILHA
TIAGO AUGUSTO FARIA













REDES DE FARMACIA
FARMA VIDA


Trabalho apresentado á disciplina de Planejamento Estratégico do Curso de Administração da Faculdade de Campina Grande do Sul.Professor: Luciano


















CAMPINA GRANDE DO SUL
2011


1. INTRODUÇÃO



O mercado, de forma geral, exige que as organizações mantenham vantagens competitivas para atrair e reter os clientes e consequentemente alcançar posições lucrativas no mercado. Hoje em dia, o principal meio de distribuição de medicamentos para osbrasileiros é constituído por farmácias e drogarias, onde o comércio não se difere dos demais.
O mercado de farmácias e drogarias está passando por um período de elevado crescimento aliado a uma constante e acirrada concorrência e, de maneira semelhante, o cenário farmacêutico da cidade de Pelotas também sofre com a disputa do comércio. Neste sentido, na busca por vantagens competitivas, uma dasprincipais ferramentas para o alcance do sucesso empresarial é o planejamento estratégico que vem a ser um processo contínuo e dinâmico que torna possível a concretização de ações intencionais, integradas, coordenadas e orientadas para tornar realidade um objetivo futuro. Compreendendo a conjuntura, este trabalho visa analisar o caso de uma farmácia na cidade de Pelotas, propondo o desenvolvimento deum planejamento estratégico para que a mesma possa buscar sua posição no mercado, bem como uma proposta de melhoria contínua.






















2. Histórico


Houve época que na pessoa do sacerdote estavam embutidos o médico, o farmacêutico e o psicólogo, dentre outros. Era o início das ciências da saúde. Em 1240, a farmácia foi separada oficialmente da medicinapor um edital de Frederico II, imperador da Prússia, que estabeleceu na mesma época um código de ética profissional. Até pouco tempo atrás existiam farmácias com seus profissionais farmacêuticos habilitados, que formavam um vínculo de confiança na relação médico-farmacêutico-paciente. Hoje vemos que a separação entre os dois profissionais, fazendo com que se sintam distantes entre si e até mesmose desconheçam profissionalmente. Assim, hoje a farmácia tem por objetivo a promoção da saúde através da personalização da relação de confiança entre médico – farmacêutico - paciente.

3. INDÚSTRIA FARMACÊUTICA NO BRASIL

A indústria farmacêutica é uma das mais rentáveis do mundo, por outro lado, apresenta riscos elevados. A cada dez mil substâncias pesquisadas, apenas uma chegará àsprateleiras das farmácias (drogarias) na forma de remédio. Por esse motivo, estes remédios tornam-se cada vez mais caros devido aos custos elevados das pesquisas. Contudo, a lucratividade alta é uma forte justificativa para incentivar os investimentos em pesquisas, com valores que oscilam em âmbito mundial, em torno de 60 bilhões de dólares ao ano. O setor farmacêutico constitui um segmento quecresce com uma perspectiva de 8,1% ao ano e se caracteriza como um mercado monopolizado e/ou oligopolizado cujas empresas líderes estão sediadas nos Estados Unidos e Europa com subsidiárias presentes em inúmeros países


No Brasil, o setor produtivo que envolve a indústria de produtos farmacêuticos, medicinais e veterinários movimenta anualmente recursos da ordem de 10 bilhões de dólares.Nesse setor da economia, as empresas multinacionais controlam cerca de 80% da produção brasileira de medicamentos. As indústrias transnacionais dominam o mercado há muitos anos, porém, nos últimos 20 anos houve mudanças importantes. Com a implementação da lei de Patentes e dos Genéricos, o mercado brasileiro começa a tomar um formato diferente: ao lado dos conglomerados transnacionais desponta uma...
tracking img