Extensao rural

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 144 (35967 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
MINISTÉRIO DA AGRICULTURA
DIRECÇÃO NACIONAL DE EXTENSÃO AGRÁRIA

PLANO DIRECTOR DE EXTENSÃO AGRARIA
2007 – 2016
Esboço Final

MAPUTO, MOÇAMBIQUE Abril de 2007

Ministério da Agricultura

Direcção Nacional de Extensão Agrária

ÍNDICE LISTA DE FIGURAS PREFÁCIO PREFÁCIO LISTA DE ABREVIAÇÕES 1 ANTECEDENTES 1.1 1.2 2 CONSIDERAÇÕES GERAIS ALGUNS DADOS BÁSICOS IV V V VI 1 1 2 4 4 4 4 5 5 56 7 8 8 9 10 11 11 12 12 14 14 15 16 18 19 19 19 20 20 21 22 23 25 25 25 i
Plano Director de Extensão Agrária 2007-2016

CONTEXTO DE POLÍTICA 2.1 ESTRATÉGIA DE REDUÇÃO DA POBREZA 2.2 DESENVOLVIMENTO LOCAL 2.2.1 Estratégia de Descentralização 2.2.2 Estratégia de Desenvolvimento Rural 2.3 SECTOR AGRÁRIO 2.3.1 A agricultura e a pobreza 2.3.2 Estratégia do Sector Agrário 2.3.3 PROAGRI 2.4 EXTENSÃOAGRÁRIA 2.4.1 NEPAD 2.4.2 Estratégia Nacional da Extensão 2.5 OUTRAS ESTRATÉGIAS IMPORTANTES

3

LIÇÕES APRENDIDAS 3.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS 3.2 ORGANIZAÇÃO DA EXTENSÃO 3.2.1 Sistema Nacional de Extensão Agrária 3.2.2 Sistema Unificado de Extensão 3.3 GESTÃO DOS RECURSOS HUMANOS 3.4 COBERTURA 3.5 ORGANIZAÇÕES DE PRODUTORES E COMUNITÁRIAS 3.6 FINANCIAMENTO DE EXTENSÃO AGRÁRIA 3.6.1 SectorPúblico 3.6.2 Sector Privado e das ONGs Terciarização 3.6.3 3.7 ABORDAGEM DA EXTENSÃO 3.7.1 Treinamento e Visita 3.7.2 Abordagens alternativas da extensão 3.8 LIGAÇÃO ENTRE A INVESTIGAÇÃO E A EXTENSÃO 3.9 MONITORIA E AVALIAÇÃO

4

ESTRATÉGIA DA EXTENSÃO 2007-2016 4.1 4.2 VISÃO DO MINAG VISÃO DE EXTENSÃO AGRÁRIA PÚBLICA

Ministério da Agricultura

Direcção Nacional de Extensão Agrária

4.3OBJECTIVOS ESTRATÉGICOS DA EXTENSÃO AGRÁRIA 4.4 PRINCIPAIS COMPONENTES DO PLANO DIRECTOR DA EXTENSÃO 4.4.1 Componentes e sub-componentes 4.4.2 Desenvolvimento da oferta 4.4.3 Desenvolvimento da procura 4.4.4 Provisão de Serviços Agrários 5 DETERMINAÇÃO DO ALVO 5.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS 5.2 PRINCIPAIS ÁREAS TEMÁTICAS TIDOS COMO ALVO 5.2.1 Melhoramento do sistema de sobrevivência dos pequenos produtores5.2.2 Abordagem da cadeia de valores 5.2.2 Questões transversais 5.3 BENEFICIÁRIOS ALVO 5.3.1 Categorias 5.3.2 Beneficiários Directos 5.3.3 Beneficiários Indirectos 5.4 ÁREA ALVO E COBERTURA GEOGRÁFICA (2007 – 2016) 6 CONTEXTO INSTITUCIONAL E ORGANIZACIONAL 6.1 CONSIDERAÇÕES GERAIS 6.2 SISTEMA DE INOVAÇÃO AGRÁRIA 6.3 SISTEMA DE CONHECIMENTO AGRÁRIO E DE INFORMAÇÃO 6.4 INTERACÇÃO INVESTIGAÇÃO EEXTENSÃO AGRÁRIA 6.5 ORGANIZAÇÃO E GESTÃO DA EXTENSÃO 6.5.1 Direcção Nacional da Extensão Agrária, DNEA 6.5.2 Departamento Provincial da Extensão Agrária 6.5.3 A equipa distrital da Extensão Agrária: 7 IMPLEMENTAÇÃO DO PLANO DIRECTOR DA EXTENSÃO 2007 – 2016 7.1 INTRODUÇÃO 7.2 PROVISÃO MÚLTIPLA DE SERVIÇOS DE EXTENSÃO AGRÁRIA 7.2.1 Terciarização 7.2.2 O papel do sector público 7.2.3 Organizações dosProdutores (OP) 7.2.4 O Papel das ONGs na Extensão Agrária 7.2.5 O Papel dos Provedores de Serviços do Sector Privado 7.3 ABORDAGEM DA EXTENSÃO 7.3.1 Considerações gerais Extensão baseada na aprendizagem participativa 7.3.2 7.3.3 Comunicação na Extensão Colaboração com as Escolas Rurais 7.3.4 7.4 PLANIFICAÇÃO, MONITORIA E AVALIAÇÃO 7.4.1 Planificação Sistemas de Informação para a Gestão, Monitoriae Avaliação 7.4.2 7.5 DESENVOLVIMENTO DA CAPACIDADE DE EXTENSÃO AGRÁRIA 7.5.1 Termos de referencia de extensionista 7.5.2 Competências de extensionista Carreira de Extensionista 7.5.3 7.5.4 Condições e meios de trabalho

26 27 27 28 31 33 35 35 35 35 36 37 38 38 39 40 40 42 42 42 43 43 45 45 46 47 49 49 49 49 50 50 51 52 52 52 52 53 54 54 54 55 59 59 60 61 61 ii

Plano Director de ExtensãoAgrária 2007-2016

Ministério da Agricultura

Direcção Nacional de Extensão Agrária

8

INVESTIMENTO PARA O PLANO DIRECTOR DA EXTENSÃO 2007-2016 8.1 INTRODUÇÃO 8.2 FINANCIAMENTO 8.2.1 Considerações Gerais 8.2.2 Programa Nacional de Extensão Agrária, PRONEA 8.2.2 Financiamento proveniente de fora do PROAGRI II 8.3 JUSTIFICAÇÃO DO INVESTIMENTO 8.4 CENÁRIOS DE DESPESAS DE MÉDIO PRAZO 8.5...
tracking img