Explosivos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2603 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 18 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
DIREITO PENAL
EXPLOSIVOS



Princípios básicos sobre os explosivos
O conceito fundamental por trás dos explosivos é muito simples. Se olharmos da maneira mais simples possível, um explosivo nada mais é do que algo que queima ou se decompõe muito rapidamente, produzindo bastante calor e gás em um curto período.
Um explosivo típico consiste em um dispositivo de detonação, algum recipientee, obviamente, algum material explosivo. O material explosivo passa por uma rápida reação química, uma combustão ou uma reação de decomposição, ao ser disparado pelo calor ou pela energia do detonador.
Na reação química, os compostos se quebram para formar vários gases. Os reagentes (os compostos químicos originais) possuem muita energia armazenada nas ligações químicas entre átomos diferentes.Quando as moléculas dos compostos são quebradas, os produtos (gases resultantes) podem usar uma parte dessa energia para formar novas ligações, mas nunca a usam completamente. E a maior parte desse "resto" de energia toma a forma de um calor extremo.
Como os gases estão concentrados sob pressão muito alta, eles expandem rapidamente. E o calor acelera as partículas de gás, aumentando ainda mais apressão. Em um alto explosivo, a pressão do gás é suficientemente forte para destruir estruturas além de ferir e matar pessoas.

Se o gás se expande mais rápido do que a velocidade do som, acaba gerando uma potente onda de choque. Além disso, essa pressão também pode empurrar pedaços de material sólido para fora a grandes velocidades, o que faz que eles atinjam pessoas ou objetos com um bocadode força.
Os primeiros explosivos, criados há séculos, eram misturas de carvão e salitre com cera mineral, resinas e areias petrolíferas com a finalidade de produzir fumaça, incêndios e fogos de artifício. Somente a partir do século XIV passou a ser usado em guerras. Os explosivos podem ser classificados de diversas formas.
Duas formas muito comuns de classificar são as seguintes:
ConstituiçãoHeterogêneos - constituídos por matérias que, separadas, não têm características explosivas (ex: pólvora)
Homogêneos - constituídos por um composto químico com fórmula definida o suficiente do ponto de vista da reação (ex: TNT, nitro celulose, nitroglicerina)
Mistos - explosivos químicos com adição de outros compostos que melhoram ou alteram as suas propriedades (ex: dinamite)
AplicaçõesIniciadores - explosivos sensíveis, usados em detonadores.
Reforçadores - usados quando o explosivo principal seja demasiado insensível para garantir a ignição pelo detonador. Mais sensíveis e menos potentes que o principal, e menos sensíveis, mais fortes que os detonadores.
Balísticos - usados em munições ou para criar um efeito de deslocamento. Mais lentos.
Ruptura - explosivos com umadetonação forte o suficiente para causar a ruptura dos materiais em vez do arrastamento. Mais rápidos.
ncendiários - cuja principal função é aumentar a temperatura ou causar que o seu redor entre em combustão.
Pirotécnicos - como os usados nos fogos de artifício. Muito barulho, muita luz. Podem ser misturados a diferentes compostos químicos para criar efeitos coloridos.



É comum reduzir estasegunda forma para Altos Explosivos e Baixos Explosivos, em baixos explosivos, como o propulsor de um cartucho de bala, a reação ocorre relativamente devagar e a pressão não causa tantos danos. Os gases em expansão só servem para empurrar um objeto pequeno. Já os altos explosivos, como o C-4 e o TNT, expandem com maior rapidez e geram uma pressão muito maior. Os especialistas em explosivos chamamessas reações rápidas de detonação e as mais lentas, de deflagração.
A farinha do explosivo
A farinha de trigo é composta principalmente por amido, o amido é um carboidrato, ou seja, é composto de moléculas de açúcar em cadeia, o açúcar queima rapidamente. O mesmo acontece com a farinha. A farinha e muitos outros carboidratos tornam-se explosivos quando ficam suspensos no ar como pó. Basta cerca...
tracking img