Exigencias sanitarias para ingresso de animais em eventos pecuarios na bahia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 8 (1924 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 17 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária - SEAGRI Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia - ADAB Diretoria de Defesa Sanitária Animal - DDSA

EXIGÊNCIAS SANITÁRIAS PARA O INGRESSO DE ANIMAIS EM EVENTOS PECUÁRIOS NO ESTADO DA BAHIA ATUALIZADO EM 09/08/2012

De acordo com a portaria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento n.º162/94, Instrução Normativa n.º 21/01, Instrução Normativa n.º 06 de 08 de janeiro de 2004, Instrução Normativa nº 44 de 02 de outubro de 2007, Instrução Normativa n.° 45 de 15 de junho de 2004, Instrução Normativa N.° 45 de 28 de dezembro de 2010, Instrução Normativa n.° 24 de 05 de abril de 2004, Instrução Normativa n.° 19 de 15 de fevereiro de 2002, Portaria Estadual N.° 176 de 24 de julho de 2012,bem como a Lei 7.597/2000 e Decreto 7.854/2000 que regulamentam a Defesa Animal no Estado da Bahia, são os seguintes documentos exigidos para o ingresso de animais a qualquer evento pecuário:

BOVINOS E BUBALINOS Guia de Trânsito Animal – GTA, acusando a vacinação contra Febre Aftosa emitida por Órgão Oficial de Defesa Sanitária Animal com período mínimo de 15 (quinze) dias de vacinação paraanimais primovacinados; 7(sete) dias para animais com duas vacinações, antes do inicio do evento; e a qualquer momento após a terceira vacinação. Conforme normas e procedimentos do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento – MAPA, para emissão da GTA deverá sempre haver 02 vacinações para Febre Aftosa por rebanho de onde se originaram os bovídeos. Atestado de Exame Negativo paraTuberculose para machos ou fêmeas, a partir de 06 semanas de idade realizado no máximo, até 60 (sessenta) dias antes da data de encerramento do evento, emitido por Médico Veterinário habilitado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, conforme

Regulamento Técnico do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose - PNCEBT.

AV. ADHEMAR DE BARROS, 967 – ONDINASALVADOR – BA CEP: 40.170-110 TEL.: (71) 3116-8409 / FAX: (71) 3116-8456

GOVERNO DO ESTADO DA BAHIA Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária - SEAGRI Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia - ADAB Diretoria de Defesa Sanitária Animal - DDSA

Atestado de Exame Sorológico Negativo para Brucelose, até 60 (sessenta) dias antes da data de encerramento do evento, emitido porMédico Veterinário habilitado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento, conforme Regulamento Técnico do Programa Nacional de Controle e Erradicação da Brucelose e Tuberculose - PNCEBT. Excluem-se desta exigência: Machos castrados, machos até 8 meses e fêmeas de 24 meses de idade, desde que vacinadas entre 3 e 8 meses de idade, devidamente comprovado por atestado de vacinação emitido porMédico Veterinário cadastrado na ADAB ou pelo Serviço Oficial de Defesa Sanitária Animal. Atestado de Vacinação contra Brucelose para fêmeas com idade de até 24 meses, desde que vacinadas entre 3 e 8 meses de idade, emitido por Médico Veterinário cadastrado na ADAB ou pelo Serviço Oficial de Defesa Sanitária Animal. O Certificado de Vacinação só será aceito na via original ou autenticado porórgão oficial, sem emendas ou rasuras; e em modelos padronizados pelo MAPA para animais comuns e registrados; Para animais de rebanho geral, na GTA devera constar a data de vacinação e as fêmeas vacinadas deverão estar marcadas com ferro candente, no lado esquerdo da cara conforme preconiza a legislação em vigor; Preferencialmente para animais destinados à reprodução, eventos pecuários e para outrosestados sejam emitidos certificados individuais.

OVINOS Guia de Trânsito de Animais – GTA. Todos os animais serão examinados individualmente por Médico Veterinário oficial em local apropriado antes de sua admissão no recinto do parque, somente sendo permitido o ingresso dos animais que estiverem livres de ectoparasitas e sem sinais clínicos de enfermidades infecto-contagiosas como Linfadenite...
tracking img