Exercicios tgs

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 10 (2301 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 20 de fevereiro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE SÃO MARCOS

CURSO: SISTEMAS DE INFORMAÇÃO
DISCIPLINA: TEORIA GERAL DOS SISTEMAS

PROF.: Ijar M. Fonseca

Aluno: ________________________________ Data: __/ __/ _______

Atividade: Estudo de Texto (Individual, sem consulta a outros textos)

TEORIA DA ORGANIZAÇÃO: CLÁSSICA, NEOCLÁSSICA E SISTEMAS

Texto extraído de: Richard J. Hopeman, Análise de Sistemas e Gerênciade Operações, Univesidade de Syracuse, Tradução de Vitor Kameyama, Editora Vozes, Ltda, 1.977, pagS.: 144 a 148

Instruções:
• Leia cuidadosamente o texto antes de responder as questões. Ao ler o texto grife ou marque as idéias que voce considerar mais importante.
• Interprete corretamente a questão antes de respondê-la. Esta interpretação faz parte desta atividade deavaliação.
• Todas as questões foram formuladas de tal forma a exigir compreensão e interpretação do texto.

Organização Clássica

A conceituação de empresa como sistema implica na modificação de alguns conceitos tradicionais de organização e gerência. Para chegar-se à visualização do papel de uma abordargem de sistemas dentro da empresa, certos conceitos tradicionais de gerência serãoexplorados, explicar-se-ão suas deficiências e far-se-á uma tentativa em mostrar como essas deficiências podem ser superadas pelo uso de uma abordagem de sistemas.

Funcionalismo: o ponto de vista clássico versus sistemas

Um conceito bastante comum em abordagens tradicionais à organização é o funcionalismo. Esta idéia baseia-se num sistema de classificação para a empresa composto de funções comocomercialização, produção, finanças, contabilidade, pessoal, pesquisa e desenvolvimento, engenharia, e assim por diante. Como sistema de classificação, ele presumivelmente esclarece os componentes de uma empresa e facilita uma compreensão de o que existe. Além disso, muitos sugerem que o funcionalismo, que tem suas raízes na especialização do trabalho, é benéfico em termos de satisfação dos objetivosda empresa.
Nào se questiona que o funcionalismo funcione. durante décadas, as escolas de comércio construíram seus currículos em torno de departamentos funcionais. As empresas, por sua vez, apresentam, frequentemente, estruturas funcionais de organização. Na verdade, é bem possível que o progresso típico de um estudante secundário, desde o início de sua carreira nos negócios até chegar àaposentadoria, situe-se dentro dos limites estabelecidos pelo funcionalismo. Isto encontra-se ainda tão profundamente arraigado que, no colégio, um determinado estudante poderá ser classificado por seus colegas como um tipo contador ou um tipo negociante, para citar dois estereótipos extremos.
Da mesma forma, quando o estudante se gradua e ingressa na empresa, ele poderá novamente ser classificado comoum tipo funcional. Em reuniões profissionais e comerciais, esses tipos reúnem-se e formam grupos sociais que projetam o comportamento característico de sua função em pé de igualdade com os cabeças de outras funções nas câmaras de conselho da gerência superior.
Pode até parecer fora de propósito desafiar o conceito do funcionalismo em vista de sua ampla utilização e diante do apoio que elerecebe da organização atual e das práticas administrativas da empresa. Contudo uma abordagem de sistemas, por sua própria natureza, força tal desafio. Numa abordagem de sistemas, na empresa, à gerência coloca-se a ênfase na descoberta de entradas e na sua distribuição como recursos para um processo de transformação. O processo, por sua vez, fornece saídas. Em alguns casos, esses fluxos representam atransformação de materiais, que utilizam tais entradas como matérias-primas, fornecimentos, energia, mão-de-obra, conhecimento e dinheiro, em saídas úteis, tais como produtos e serviços acessíveis ao consumidor. Em outros casos, esses fluxos representam correntes de informação que seguem em paralelo com o sistema físico. Na maior parte dos casos, estas conceituações sistêmicas fluem por cima...
tracking img