Eutanasia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 3 (678 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 13 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
RESUMO

Este trabalho apresenta temas abordando a Eutanásia, fatos reais acontecidos com relação a este tema. No Brasil a eutanásia é considerada homicídio, já na Holanda é permitido por lei. Umdos casos mais recentes de eutanásia é o da americana Terri Schiavo, seu marido entrou com um pedido na justiça para que os aparelhos que mantinham Terri viva fossem desligados.

O caso chamou aatenção do mundo todo, muitas pessoas se manifestaram contra, as igrejas se revoltaram com tal situação, a família da paciente era contra, os pais dela entraram na justiça tentando impedir tal ação. No fim ajustiça e o governador da Califórnia, Arnold Schwarzenegger, decidiram pelo desligamento dos aparelhos que a mantinha viva.

Com casos assim vem à tona em nossas mentes certos questionamentos: Seráque alguém tem direito de por fim a sua própria vida ou de decidir o fim da vida de outra pessoa? É correto permitir que o doente viva em um estado estático de dor e sofrimento? Bom, essas sãoperguntas que persistem e até o presente momento não obtiveram respostas. Enfim, este tema é muito sugestivo para uma reflexão, na qual você poderá fazer uma avaliação do certo e errado e do direito sobre avida.

PALAVRAS-CHAVE: Eutanásia, Justiça, Sofrimento



1. INTRODUÇÃO

1.1 - Argumentos a favor da Eutanásia

Para quem argumenta a favor da eutanásia, acredita que esta seja um caminhopara evitar a dor e o sofrimento de pessoas em fase terminal ou sem qualidade de vida, um caminho consciente que reflete uma escolha informada, o término de uma vida em que, quem morre não perde opoder de ser ator e agente digno até ao fim.

São raciocínios que participam na defesa da autonomia absoluta de cada ser individual, na alegação do direito à autodeterminação, direito à escolha pela suavida e pelo momento da morte. Uma defesa que assume o interesse individual acima do da sociedade que, nas suas leis e códigos, visa proteger a vida. A eutanásia não defende a morte, mas a escolha...
tracking img