Eutanasia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1435 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Analise critica do texto:
VERDADE, EUTANÁSIA E O VALOR INTRÍNSECO DA VIDA.
1- INTRODUÇÃO
O texto trás o polemico assunto sobre eutanásia, os argumentos e perspectiva em pró da pratica e também em contraparte a sustentação da proibição e as argumentações contra a eutanásia e a valorização da vida
2- VERDADE E EUTANÁSIA: CONTORNOS ONTOLÓGICOS DA DEFESA DA
Eutanásia, palavra proveniente dogrego euthanasia (boa morte, morte sem sofrimento) trata-se do desligamento da vida de uma pessoa, ou seja, por fim a vida do mesmo. Podemos classificar a eutanásia de algumas formas:
Voluntária onde o individuo solicita a pratica;
Involuntária, o individuo não consente a própria morte e mesmo assim o submetem a pratica;
Não voluntária, o individuo não tem capacidade de consentir a própria mortecomo no caso dos vegetativos.
A eutanásia é um assunto muito complexo onde a mesma é defendida e condenada há milênios e no Brasil, atualmente é considerada como homicídio.
Porem antigamente, era uma pratica muito comum para diversas culturas pelo mundo como os guerreiros dinamarqueses que consideravam uma vergonha o fato de morrer na cama, ou de velhice, doenças, sendo assim, cometiam suicídioafim de escapar de tal fim. Já os japoneses como samurais cometiam o mesmo ato por vergonha de alguma situação a fim de conseguir a honra novamente.
A eutanásia tornou-se um ato ruim principalmente pela intervenção da igreja cristã quando definiram que a vida pertencem apenas a Deus e que a alma tinha vida eterna, e uma vez que Deus não tirasse a vida de um individuo por N causas, o mesmo nãopoderia o fazer.
3- CONSIDERAÇÕES EM TORNO DA VERDADE NA ÉTICA: POR UMA ABERTURA NA BIOÉTICA
Para nós, humanos é natural e de nosso instinto questionar os por que de tantos assuntos, situações e questões da vida, porem é muito natural adotarmos uma postura de afirmações das verdades como segurança e certezas que aplicamos como o certo absoluto.
Como grande influencia europeia em nossa cultura pelacolonização no ocidente, adotamos a eutanásia como errado devido essa grande influencia, visto que o mundo europeu era dominante a moralidade cristã, Logo, no ocidente ainda hoje é dominante a opinião de que a vida é essencial, inviolável.
Mesmo com tal influencia, no mundo ocidental, tal mentalidade religiosa sofreu um grande enfraquecimento devido a modernidade, porem, nosso intelecto racionalainda assim assume uma postura ética cristã, sendo assim, a moralidade cristã já dito, não foi afetada pelo enfraquecimento religioso.
Portanto podemos concluir que nosso horizonte ético é de que a vida tem um valor intrínseco e inviolável.
4- O PROBLEMA DA AFIRMAÇÃO PELO DIREITO, EM CONTEXTOS ÉTICOS MULTIFACETADOS, DA IDÉIA DO VALOR INTRÍNSECO DA VIDA.
Se, como aqui pensado, a perspectiva deque a vida tem um valor intrínseco não parece corresponder a uma "verdade" ética absoluta, também não parece produzir as melhores consequências éticas no atual horizonte democrático.
Afirmar que tal opinião deve ser seguida como a verdade absoluta, como o justo para a sociedade faz com que não haja debates sobre o assunto em questão, o que é um dos pilares da democracia. Impor algo como certo aalguém, a uma sociedade priva o direito dos mesmos, o direito do que é certo para mim, para você e para o próximo o privando de suas próprias escolhas.
Esta é uma das questões que leva as duvidas da eutanásia, uma vez que assumir a verdade de ser antiético dar fim a uma vida seja qual for à situação, priva o direito de quem for a sua própria vida.
5- SOBRE ASPECTOS DESUMANOS DA PROIBIÇÃO ÀEUTANÁSIA E A INSUFICIÊNCIA ARGUMENTATIVA PARA SUSTENTAR A ATUAL SITUAÇÃO
A inflexibilidade jurídica e religiosa em negar a eutanásia muitas vezes trás resultados desumanos como mostra vários casos no texto:
Lillian Boyes, uma americana que, em meio a sofrimentos terríveis provocados por uma artrite reumatoide incurável, implorava pela morte. No seu caso, não havia analgésicos capazes de aliviar a...
tracking img