Eugenio de andrade. urgentemente

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 4 (857 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
Biografia de Eugénio de Andrade

Eugénio de Andrade, pseudónimo de José Fontinhas, nasceu a 19 de Janeiro de 1923 em Póvoa de Atalaia, no seio de uma família de camponeses.
Mais tarde,prosseguindo os estudos, foi viver para Lisboa e, em Coimbra matriculou-se num curso de filosofia. Em 1947 entrou para a Inspeção Administrativa dos Serviços Médico-Sociais, em Lisboa, tendo sido transferido,em 1950, para o Porto, onde fixou residência.
Abandonou a ideia do curso de Filosofia para se dedicar à poesia e à escrita, atividades pelas quais demonstrou desde cedo profundo interesse.
O seuprimeiro poema publicado em 1939 chamou-se “Narciso” e pouco tempo depois começa a assinar com outro nome: nasce assim o poeta Eugénio de Andrade.
de Andrade.
Em 1942, lança o seu primeiro livro depoesia: “Adolescente” e em 1944 fazem-se as primeiras traduções de poemas seus para francês. Porém, é com o livro “As mãos e os frutos”, em 1948, que Eugénio de Andrade alcança o sucesso. A partir dessadata inicia-se uma carreira especialmente rica em poesia, mas também com produções nos domínios da prosa, da tradução e antologia. Eugénio de Andrade ergue-se, assim, ao primeiro plano da poesiaportuguesa, tendo sido galardoado com o Prémio de Poesia da Associação Portuguesa de Escritores em 1988 e, em 1996, com o Prémio Europeu de Poesia. Foi criada, também, no Porto, uma fundação com o seunome.
José Fontinhas acaba por falecer a 13 de Junho de 2005, deixando uma vasta conduta literária, essencialmente caraterizada pela importância dada à palavra, quer no seu valor simbólico, querrítmico.
Os seus poemas, geralmente curtos e aparentemente simples, mas de grande densidade, para além de apostarem na figuração do Homem privilegiam também a evocação de humanidade, da plenitude da vida edos sentidos.

URGENTEMENTE

É urgente o Amor,
É urgente um barco no mar.

É urgente destruir certas palavras
ódio, solidão e crueldade,
alguns lamentos,
muitas espadas.

É urgente...
tracking img