Etnocentrismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2657 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 28 de outubro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
UNIVERSIDADE PAULISTA - UNIP





FABIO PEREIRA ASCENÇÃO
JULIO CESAR MARTILIANO DOS SANTOS
LUIZ ALBERTO DA SILVA CRUZ
LUIZ FERNANDO GOERCK
PAULO LEANDRO BENTO







ETNOCENTRISMO E RELATIVISMO CULTURAL












SÃO PAULO
2012
FABIO PEREIRA ASCENÇÃO
JULIO CESAR MARTILIANO DOS SANTOS
LUIZ ALBERTO DA SILVA CRUZ
LUIZ FERNANDO GOERCK
PAULO LEANDRO BENTOETNOCENTRISMO E RELATIVISMO CULTURAL



Trabalho de pesquisa sobre tema etnocentrismo e relativização cultural, suas características e suas consequências, para a disciplina de Homem e Sociedade.










SÃO PAULO
2012
















"A intolerância fecha os caminhos da compreensão, ao mesmotempo que os da sensibilidade, caminhos aos quais só têm acesso as almas que sabem da sua semelhança com as demais."
(Carlos Pecotche-Raumsol)

SUMÁRIO

1 OBJETIVO 5
1.1 Justificativa 5

2 INTRODUÇÃO 6

3 ETNOCENTRISMO 7
3.1 Preconceito e violência 7
3.2 Pontos Negativos do Etnocentrismo 8

4 RELATIVISMO CULTURAL 10
4.1 Pontos Positivos da Relativização 10
4.2 PontosNegativos da Relativização 11

5 CONCLUSÃO 13

6 REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 14















1 OBJETIVO


Este trabalho objetiva mostrar algumas das características do etnocentrismo e do relativismo cultural, bem como algumas de suas consequências nas relações nos níveis individual e coletivo.


2 JUSTIFICATIVA


Trata-se de tema cujo debate é de estrema importânciaaos indivíduos e à sociedade. Aos indivíduos, que vem suas relações se tornarem cada vez mais complexas, e à sociedade, que está cada vez mais globalizada, onde os indivíduos e os grupos necessitam se relacionar entre si, de maneira civilizada e cordial, mantendo, sempre, o bom-senso, a paz e as características que definem cada um.


















3 INTRODUÇÃO

Etnocentrismoe Relativismo cultural. Mesmo o primeiro tendo características que parecem se opor às do segundo, e vice-versa, não são antônimos. O etnocentrismo faz com que vejamos tudo a partir do nosso grupo, das nossas concepção e ideias de mundo. O relativismo faz com que sejamos mais tolerantes com as diferenças e com os diferentes.
Muitas das guerras, ou melhor, quase todas as guerras, das quaistemos registros, tiveram o etnocentrismo como causa, onde os opressores viam os oprimidos como mais fracos e inferiores. Porém, além deste lado violento, o etnocentrismo tem uma pitada de bom, pois é ele que proporciona a manutenção de uma cultura e faz com que ela se perpetue.
O relativismo procura fazer com que as pessoas busquem entender as outras culturas, o diferente, deixando de ladosuas crenças e valores. Este entendimento faz com que haja mais tolerância nas relações entre indivíduos e grupos. Mas, por outro lado, o relativismo também faz com que, às vezes, se muito extremado, as pessoas, ou os grupos, esquecem-se de suas próprias características e deixando-se influenciar totalmente pelas de outros.
Então, como fica? Somente relativizar ou somente etnocentrizar? Ou,quem sabe, uma mescla do etnocentrismo com o relativismo? É o que abordaremos.
4 ETNOCENTRISMO (1)


Segundo Everardo Rocha, em seu livro O que é Etnocentrismo, “Etnocentrismo é uma visão do mundo onde o nosso próprio grupo é tomado como centro de tudo e todos os outros são pensados e sentidos através dos nossos valores, nossos modelos, nossas definições do que é a existência”.1
Assim, deacordo com Paulo Meneses, “Assim o etnocentrismo julga os outros povos e culturas pelos padrões da própria sociedade, que servem para aferir até que ponto são corretos e humanos os costumes alheios”. Isso faz com que o indivíduo, partindo de um ponto de vista específico, o da sua própria sociedade, rejeite outras, que, por ele, sejam consideradas diferentes.Desta forma, outros hábitos de vida...
tracking img