Etnocentrismo

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1196 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
[pic]


SISTEMA DE ENSINO PRESENCIAL CONECTADO
PEDAGOGIA

JULIMAR NOGUEIRA GOMES















etnocentrismo
















Ji-parana
2009


julimar nogueira gomes

















etnocentrismo










Trabalho de pedagogia apresentado à Universidade norte do parana – UNOPAR, como requisitoparcial para a obtencao de conceito na disciplina de cultura e sociedade.


Professora: Okcana Battini
















Ji-parana

2009



O termo etnocentrismo e a visão ou avaliação que um individuo ou grupo faz de um grupo social diferente do seu, apenas baseando-se nos valores, referencias, sentimentos e padrões adotados pelogrupo social ao qual o próprio individuo ou grupo fazem parte. E uma avaliação preconceituosa feita através de um ponto de vista especifico por parte de um grupo étnico que se considera como superior a outro.
Segundo Rocha Perguntar sobre o que é etnocentrismo é, pois, indagar sobre um fenômeno onde se misturam tanto elementos intelectuais e racionais quanto elementos emocionais eafetivos. No etnocentrismo, estes dois planos do espírito humano – sentimento e pensamento – vão juntos compondo um fenômeno não apenas fortemente arraigado na história das sociedades, como também facilmente encontrável no dia-a-dia das nossas vidas.
Etnocentrismo nada mais e do que como voce procura entender os mecanismos, as razoes, formas, culturas etc.que são diferentes de você.No seu ambiente de trabalho o professor encontra varios tipos de pensamentos, mentes diferentes umas das outras, cada uma se considerando superior a outra, vendo e interpretando do seu modo, mentes que avaliam o mundo que as cerca atraver dos seus proprios conceito de certo ou errado.Sao mentes que tem dificuldade de pensar a diferenca e ver o mundo com os olhos dos outros.
Agora oprofessor como um mediador pedagogico deve ser capaz de lidar com toda essas situacoes que ele encontra no seu ambiente de trabalho, deve saber lidar e entender a mente de cada aluno, não julgando o aluno, mas sim tentando enxergar mundo atraves da visao do aluno.O aluno como se fosse o barro do artesao, ele esta ali para ser moldado educacionalmente para o convivio em sociedade, portanto o seu mestredeve ajudar-lo a entender o mundo que o rodeia, ensinando e expondo todos os seus direitos e deveres enquanto cidadao.
Mas como acabar com o etnocentrismo, já que em seu dia-a-dia o professor lida com varios tipos de seres humanos, que se acham unicos, cada um diferente do outro? E ai que nos deparamos com o problema, ao nos acharmos superiores aos outros, somente o que nos pensamose sabemos e o certo, o que a outra pessoa sabe ou pensa que naturalmente pode ser diferente de nós esta completamente errado, daí a avaliamos e julgamos as atitudes, formas de pensamentos religiao etc. atraves de nossos pricipios. No espaco escolar voce convive com um determinado grupo de amigos, a um entrosamento de pensamentos, já se acostumaram uns com os outros, as diferencas não deixaram deexistir mas todos já se acostumaram com as mesmas. De repente chega em sua sala um aluno novato, a classe o avalia pelos principios que cada um acha o certo, adotam uma postura etnocentrica dificultando o relacionamento com o novo colega de classe, a um choque entre as culturas de cada um todos so conseguem identificar as diferencas existentes entre “eu” e “ele” .
De acordo com o profº.Neri carneiro o etnocentrismo manifesta-se como uma especie de monologo: um “eu” conversando consigo mesmo, desconsiderando a fala do “outro” e os possiveis valores desse outro. Ou, pior ainda, nega o outro ao mesmo tempo em que nega a sua fala, ao lhe negar a fala, nega seu valor e esse “eu” faz isso se supervalorizando e se afirmando.
Quando esse monologo ocorre a rivalidade fica cada...
tracking img