Etnia, genero

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3807 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 11 de abril de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Centro Português de Investigação em História e Trabalho Social
Título: O LUGAR DE GÊNERO NA FORMAÇÃO DA/O ASSISTENTE SOCIAL 1
TPF

FPT

Maria Regina de Avila Moreira (moreiranantes@uol.com.br);
HTU UTH

Marlise Vinagre Silva; (marlisevinagre@ig.com.br);
HTU UTH

Rosana Mirales (mirales@uol.com.br);
HTU UTH

Teresa Kleba Lisboa (tkleba@cse.ufsc.br).
HTU UTH

Resumo

O objetivoé refletir sobre a incorporação do gênero na formação profissional da(o) assistente social, explicitando possíveis entendimentos orientadores do debate. O desafio é a garantia da direção social na construção histórica do projeto ético-político do serviço social brasileiro, que encontra referência no código de ética. O ponto de partida é que gênero é um tema transversal e constitutivo da naturezaprofissional, uma vez que esta se constitui majoritariamente por mulheres, sendo a história da profissão também a história das mulheres. Busca-se gerar elementos para argumentar que o conteúdo relacionado ao debate de gênero é parte constitutiva dos núcleos de fundamentação das Diretrizes Curriculares.

Palavras-chave: gênero, formação, “questão social”, projeto ético-político, emancipação.Abstract

The objective is to reflect about the gender incorporation in the social worker professional formation expliciting possible guidance understandings of the debate. The challenge is the direction consolidation in the historical construction of the ethical-political project in Brazilian social work, which finds its reference in the ethics code. The starting point is that gender is an obliqueand constituent theme of professional nature, once it is constituted mostly by women, being the history of the profession also a women's history. We try to generate elements to discuss if the content related to gender is part of the fundament nucleus of Curricula directions.

Keywords: gender, formation, “social-question”, ethical-political project, emancipation.
1 Texto apresentado em mesatemática coordenada no X Encontro Nacional de Pesquisadores em Serviço Social, realizado em dezembro de 2006, em Recife, Brasil.
TP PT

www.cpihts.com

Centro Português de Investigação em História e Trabalho Social
O LUGAR DE GÊNERO NA FORMAÇÃO DA(O) ASSISTENTE SOCIAL Introdução O objetivo deste texto é refletir sobre a incorporação do gênero na formação profissional da(o) assistente social,buscando explicitar diferentes abordagens teórico-metodológicas utilizadas. No serviço social se entende que o desafio do debate sobre gênero constitui-se na garantia da orientação dada pela construção histórica do projeto ético-político da profissão, o qual encontra no Código de Ética a sua referência explicitada nos princípios fundamentais: “Opção por um projeto profissional vinculado aoprocesso de construção de uma nova ordem societária, sem dominação-exploração de classe, etnia e gênero” (CFESS, CÓDIGO DE ÉTICA. In BONETTI et al., 2001, p. 218). O entendimento é que gênero é um tema transversal ao conteúdo da formação profissional, sendo consubstancial à identidade profissional, uma vez que a categoria de assistentes sociais se constitui em maioria de mulheres, sendo a sua história,também a história das mulheres. Além de uma categoria explicativa da vida social, o gênero se põe às(aos) assistentes sociais e pesquisadoras como demanda posta pelo movimento de mulheres, através das políticas setoriais, como a de assistência social, de saúde, e outras, e na formulação de políticas para mulheres, o que exige respostas qualificadas dos profissionais em diferentes campos de ação.Gênero como Categoria Histórica O reconhecimento do gênero como categoria, na comunidade acadêmica ascende pela via do movimento de mulheres, fato que remete a investigá-lo como construção histórica. Há divergências quanto a sua apreensão, levando àquelas(es) que trabalham com gênero, à necessidade de contextualizá-lo. Há ao menos duas possibilidades de entendimento de gênero como categoria...
tracking img