Etica na policia militar

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 17 (4113 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de março de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
A ética e sua real eficácia na polícia militar
Aldemar Alves Pereira Neto - Caruaru(PE) - 10/04/2009

Resumo

Esta pesquisa trata a respeito dos procedimentos realizados pela Polícia Militar no tocante às normas éticas, de modo a se interpretar se tais atos inserem-se num verdadeiro procedimento ético, conforme preconizada em legislação vigente, verificando pontos de sua ruptura diante dodesempenho policial dentro da própria instituição como um todo, bem como, durante o contato diário com a sociedade.

Palavras -chave: Despreparo. Responsabilidade. Reciclagem.

Introdução

Nos dias atuais, nos deparamos com situações onde ao observarmos a conduta dos agentes policiais durante o trato diário com o cidadão, notamos através de sua conduta, a falta de certos preceitos éticos fundamentaisna doutrina militar, o qual coloca em evidencia o modo como estes policiais estão sendo formados. A resposta se encontra dentro da própria instituição militar no momento da aprendizagem, no erro de escolha dos seus orientadores, gerando assim conflitos políticos e sociais.
Este estudo, que foi colhido nas entranhas da instituição e na observação do contato dos agentes diante dos cidadãos, serviupara embasar, que a saída para se evitar o aumento dessa problemática, encontra-se na reciclagem constante dos seus membros, e na conscientização para o fiel recebimento de todo o conceito ético, daqueles que fazem a instituição como um todo.

Desenvolvimento

A ética militar, presente doutrinariamente nos seios da instituição e criado através de atos legislativos, que regula e disciplina condutasdos seus agentes no decorrer de sua missão pública, onde, diante dos fatos que acontecem na sociedade, no que diz respeito à atitude comportamental por parte de integrantes da polícia militar, quando da relação com o cidadão, se evidenciam explicitamente, não raro, o despreparo por parte daqueles que "têm o dever constitucional de preservar a ordem pública e a incolumidade das pessoas", açõesestas, que têm seu surgimento dentro da própria instituição, quando do preparo dos neófitos alunos que adentram na vida castrense, para fazer agir corretamente com postura à altura de um representante do Estado, numa conduta ilibada, calcada nos preceitos éticos, ao passo que deixa o agente de executá-lo, no momento em que se depara com a própria ignorância no decorrer de uma ação ou no contato diáriocom o cidadão, pois, não se faz presente e revestido em si, o real valor da ética para justificar tais condutas, gerando com isso, um choque entre a instituição policial, através do agente, e o cidadão, o qual espera deste uma conduta ética durante esse contato.
No Estado de Pernambuco, referência deste estudo, estes conceitos éticos estão alocados no Regulamento de Ética Profissional dosMilitares do Estado de Pernambuco, trazendo as diretrizes para o desempenho da boa conduta. Porém, insta mencionar, que esta conduta se desnorteia no momento do seu emprego, pois os agentes não cultuam veementemente tais preceitos, onde não foram moldados nem orientados sobre os fundamentos da ética como realmente deveriam no momento de sua formação, não impregnando certos valores, os quais, determinantedo seu moral.
A resposta dessa problemática está presente na escolha dos mestres e instrutores dentro dos quadros da instituição, pois, a seleção onde deveria ser pautada incontestavelmente pela qualificação docente, vê já na sua escolha, a quebra do principio ético, no momento em que essa escolha passa por critério corporativista, da amizade e do favor, beneficiando quais sejam, na busca degratificações ou algo mais, de modo que essa conduta irresponsável favorece o desequilíbrio nas fontes do ensino, sendo justamente por esse critério, que o aluno no momento da aprendizagem, não absorve as informações necessárias para se portar eticamente na vida profissional, pois, como cobrar desses agentes, uma conduta honrosa e decente, se eles não souberem como se portar, argüir e argumentar?....
tracking img