Etica empresarial

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1524 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de setembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
6- A CONSTRUÇÃO DA PERSONALIDADE MORAL
Para analisar o amadurecimento moral das pessoas, não basta verificar a exterioridade da sua ação.
Ainda que pessoas agem de modo idênticos, elas são movidas por critérios diferentes, isso identifica o nível de consciência moral.
Agir por temor á punição ou por desejo de elogio é indicativo do estagio de heteromia; enquanto se guiar pelajustiça é admitir um princípio ético superior na escala do aprimoramento moral.
O psicólogo Kohlgerg, estabeleceu três níveis de moralidade. Em cada um deles há dois estágios pelos quais é avaliado o amadurecimento moral do individuo desde á infância ate a idade adulta:
* Nível pré-convencional : caracteriza-se pela moral heterônoma- evitar punição e merecer recompensa. Mesmo comreconhecimento dos interesses dos outros, ainda prevalece o individualismo;
* Nível convencional : valoriza o reconhecimento do outro. Predominam expectativas interpessoais e as relações individuais são consideradas;
* Nível pós-convencional : conflitos entre as regras e os sistemas; o direito e os princípios morais. Prevalece o princípio de que as pessoas não podem ser meios mas apenas fins.
Pode-senotar comportamento pré-convencional sobretudo nas prisões, e os pós-convencionais através de heróis, santos e ativistas.

7- PROGRESSO MORAL
Nem toda mudança moral equivale á progresso moral. Só existe progresso quando há avanço na qualidade do ato moral em proveito do “bem viver “.
Os critérios para avaliar o progresso moral são:
* Ampliação da esfera moral : certos atos passama ser cumpridos por exclusiva obrigação moral autônoma. Ex: pai divorciado que continua á sustentar seus filhos menores;
* Caráter consciente e livre da ação: a responsabilidade moral depende de que a pessoa reconheça seus atos como resultante da vontade e responde pelas suas consequências;
* Grau de articulação entre interesses coletivos e interesses pessoais: é importante que na vidamoral se estabeleça um equilíbrio entre os interesses comuns e os pessoais.

8- ÉTICA PLICADA
Com o avanço tecnológico, abriu-se a discussão sobre a ambiguidade do processo; capaz de melhorar as condições de vida, mas trouxe os perigos da degradação do meio ambiente e a manipulação do ser humano.
Desde a década de 1970 surgiu a ética aplicada, ramo recente da reflexão filosófica, sobretudoem torno de temas como a bioética, a ética ambiental e a ética dos negócios.
A bioética se expandiu após a terceira revolução da biologia que através da biologia molecular e o desenvolvimento da biotecnologia, abriram campo para a engenharia genética. Em todas as descobertas, há aspectos positivos de melhoria da qualidade de vida, tais como a prevenção e cura de alguns cânceres. Porem podesignificar também a tentativa de controle, por exemplo, da empresa se tiver acesso a “ identidade genética” do funcionário a ser contratado.
A ética ambiental discute as relações do ser humano com a natureza; tais como as poluições industriais e agrícolas e também a má distribuição de renda, o que obriga grande parcela da população mundial a viver em estado de fome e de miséria.
A éticados negócios além da ética profissional a que cada individuo se submete, tem discutido procedimentos que tentam tornar menos selvagem a luta pela sobrevivência no trabalho.
Esses três ramos da ética aplicada, possui em comum o dialogo multidisciplinar que se amplia na interlocução com os mais diversos profissionais, além de dar vez as pessoas comuns, leigas no assunto, mas que sofrem impactos.Sobretudo é necessário cautela ao discutir o assunto de bioética, devido ao conflito de valores.
Portanto a ética aplicada é um ramo contemporâneo da filosofia que nos coloca diante do desafio da deliberação sobre problemas práticos que exigem a justificação racional.

CONCLUSÃO
Não há receitas para o agir bem, o compromisso exige um estado de alerta constante.
Viver...
tracking img