Eta e ira

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1437 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 21 de abril de 2013
Ler documento completo
Amostra do texto
1-INTRODUÇÃO


É cada vez mais comum na atualidade ligar a televisão ou qualquer outro meio de comunicação se ouvir falar de ataques terroristas. Emboscadas, armas de fogo e bombas tornam-se cada vez mais temidas. No entanto, poucos são os casos em que compreendemos as razões que levam a estes ataques.
Este trabalho apresenta a formação, as motivações e os ataques de dois gruposbastante recentes e polêmicos que atuaram no território europeu. São eles o Euskadi Ta Askatasuna, mais conhecido pela sigla ETA, da região Basca, e o Exército Republicano Irlandês, conhecido como IRA, da Irlanda do Norte.
O objetivo do trabalho não é justificar o uso dos métodos de ambos os grupos, mas esclarecer o que os levou a agir. É preciso compreender esses grupos para evitar o início denovos ataques.
Apesar de alguns acharem que o terrorismo é um problema distante, típico de países desenvolvidos (no caso dos grupos citados, Reino Unido, Espanha e França), em um mundo globalizado como o de hoje problemas como estes devem ser tidos como de proporções globais. Sendo assim necessária a colaboração de todos, mesmo que esta se dê apenas pelo esclarecimento, para que se achauma solução.







2- DESENVOLVIMENTO: Conflitos internacionais


2.1-Nacionalismo: Ideologia segundo a qual o indivíduo deve lealdade e devoção ao Estado Nacional, compreendido como um conjunto de pessoas unidas num mesmo território por tradições, língua, cultura, religião ou interesses comuns, que constitui uma individualidade política com direito de se auto-determinar.


2.2- IRA:Exército Republicano Irlandês

Área de ação do IRA

O Exército Republicano Irlandês, mais conhecido como IRA (Irish Republican Army), é um grupo paramilitar católico, surgido em 1956 na Irlanda do Norte. Com o objetivo de separar a Irlanda do Norte do Reino Unido e a unir a República da Irlanda, o IRA fez uso de métodos que o fez ser classificado por muitos como um grupo terrorista.2.3- Ideais do IRA

O objetivo do IRA é a separação da Irlanda do Norte do Reino Unido, reintegrando-a a República da Irlanda. Isto porque a grande maioria da população da Irlanda do Norte, cerca de 75%, é protestante, bem como a maior parte do Reino Unido. Criou-se, então, uma rivalidade entre estes a pequena minoria católica, da qual fazem parte os membros do IRA, já que em decisões comocandidaturas políticas e referendos sempre prevaleceria a vontade protestante.
A República da Irlanda, no entanto, é majoritariamente católica, cerca de 86% da população praticam esta religião. Logo, seria extremamente benéfico para os católicos da Irlanda do Norte que esta se integrasse a República da Irlanda, pois assim, passaria de uma minoria, a uma maioria.

2.4- Métodos de ação do IRAAfim de alcançar seus objetivos, o Exército Republicano Irlandês se utilizou de diversos métodos terroristas, dentre os quais o uso de bombas e emboscadas com armas de fogo. Ao longo de sua existência, foram mais de 3500 mortes, sendo seus alvos principais: protestantes, adversários políticos e representantes do Governo britânico.


2.5- Cessar Fogo
Em uma quinta-feira, dia 28 de Julho de 2005.O IRA anunciou oficialmente o fim da sua campanha armada. Declarou, no entanto, que sua luta pela libertação da Irlanda do Norte continuaria, mas a partir daquele momento, apenas pelos meios políticos. Foi o comunicado vinculado no Reino Unido e Irlanda do Norte: “A Direção do IRA ordenou formalmente o fim de sua campanha armada, que deve ser iniciado às 16h. Todas as unidades do IRA devem deporas armas. Os membros receberam instruções para ajudar no desenvolvimento de programas puramente políticos e democráticos, em termos pacíficos”







2.6- ETA: “Pátria Basca e Liberdade”



Região onde o ETA atua.

A organização Euskadi Ta Askatasuna( na língua basca significa “Pátria Basca e Liberdade”), conhecido como ETA, foi um grupo terrorista que tinha como objetivo...
tracking img