Estudos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 16 (3997 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
DESENVOLVIMENTO PSICOSSEXUAL SEGUNDO SIGMUND FREUD
DESENVOLVIMENTO PSICOSSEXUAL


By:Vera Maria de Carvalho

Segundo Sigmund Freud, o ser humano está sujeito, desde o nascimento a um desenvolvimento, segundo o qual, o direcionamento da libido em cada estágio determina a construção e estruturação da personalidade. Assim, ele divide estes estágios em:
1. ESTÁGIO ORAL: é o mais primitivo dodesenvolvimento. As necessidades, percepções e modos de expressão do bebê estão originalmente concentrados na boca, lábios, língua e outros órgãos relacionados à zona oral. Fase oral-erótico: desejo de comer, dormir e alcançar o relaxamento que ocorre no final da sucção. Fase oral-sádica: agressiva, que se expressa no ato de morder , mastigar, cuspir ou chorar, que está vinculada aos desejos efantasias primitivos de morder, devorar e destruir (protofantasias).
OBJETIVOS: Estabelecer uma dependência confiante nos objetos que proporcionam cuidado e apoio, estabelecer expressão e gratificação confortável das necessidades libidinais orais, sem excessivo conflito ou ambivalência de desejos orais sádicos.
TRAÇOS PATOLÓGICOS: A gratificação ou privação oral em excesso podem resultar em fixaçõeslibidinais que contribuem para os traços patológicos. Podendo incluir: excesso de otimismo, narcisismo, pessimismo (vistos com freqüência nos estados depressivos). Os caracteres orais são com freqüência excessivamente dependentes e exigem que os demais os sirvam e olhem por eles. Tais pessoas querem ser alimentadas, mas podem ser excepcionalmente dadivosas, a fim de conseguirem receber emretribuição. A inveja e o ciúme estão freqüentemente associados aos traços orais.
TRAÇOS DE CARÁTER: O êxito na resolução da fase oral proporciona uma base na estrutura do caráter para a capacidade de dar e receber sem excessiva dependência ou inveja, uma capacidade de confiar nos outros com um sentimento de segurança de confiança e, autoconfiança.

2. ESTÁGIO ANAL: é ativado pela maturação docontrole neuromuscular sobre os esfíncteres, especialmente o esfíncter anal, permitindo deste modo, maior controle voluntário sobre a retenção ou expulsão das fezes. (1 a 3 anos).
OBJETIVOS: Essencialmente um período de luta pela independência e separação com respeito à dependência e controle dos pais. Os objetivos de controle esficteriano sem controle excessivo (retenção fecal) ou perda do controle(sujando-se) estão unidos às tentativas de autonomia e independência da criança, sem medo ou vergonha da perda de controle.
TRAÇOS PATOLÓGICOS: Traços de caráter mal-adaptados, aparentemente inconscientes, derivam do erotismo anal e das defesas contra o mesmo.
Regularidade, obstinação, teimosia, voluntariedade, e parcimônia são traços de caráter derivados de uma fixação às funções anais. Quando asdefesas contra os traços anais são menos eficazes, o caráter anal revela traços de elevada ambivalência, desordem, desafio, cólera e tendências masoquistas. As características e defesas anais são vistas mais comumente nas neuroses obsessivo-compulsivas.
TRAÇOS DE CARÁTER: O êxito na resolução da fase anal proporciona a base para o desenvolvimento da autonomia pessoal, capacidade de independênciae iniciativa pessoal, capacidade de autodeterminação e capacidade de cooperação sem excessiva teimosia nem sentimento de autodepreciação ou derrota.

3. ESTÁGIO FÁLICO: Começa em algum momento do terceiro ano de vida e continua até o final do 5º ano aproximadamente. Interesse sexual, estimulação e excitação na área genital.
OBJETIVOS: Consiste em concentrar o interesse erótico na área e nasfunções genitais. Essa concentração coloca os fundamentos para a identidade de gênero e serve para integrar os resíduos de estágios anteriores numa orientação sexual predominantemente genital. O estabelecimento da situação edípica é essencial para o fomento de identificações subsequentes, que servem de base para importantes e duradouras dimensões da organização do caráter.
TRAÇOS PATOLÓGICOS: É...
tracking img