Estudo livro de salmos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 6 (1253 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 15 de dezembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estudo do Livro de Salmos



I. Introdução

O livro de Salmos é um a coleção de poesias hebraica inspiradas, mostrando a adoração e descrevendo as experiências espirituais do povo judaico.

✓ Nos livros históricos vemos Deus falando acerca do homem, descrevendo seus fracassos e seus êxitos;
✓ Nos livros proféticos vemos Deus falando ao homem, admoestando osímpios e consolando os justos á luz do futuro.
✓ No livro de Salmos vemos o homem falando a Deus, descobrindo o seu coração em oração e elogio falando a Deus, descrevendo e exaltando-o pela manifestação de seus gloriosos atributos.
✓ A história instrui, a lei ensina, a profecia anuncia, reprova e castiga e a moral persuade; mas no Livro de Salmos temos o fruto de todas elas e umaespécie remédio para a salvação dos homens.


Uma das grandes prerrogativas deste livro é a sua característica de ser um hinário e, como tal serviu a Israel e à igreja quase exclusivamente até três poucos séculos. Esta colocado no coração da bíblia, sendo o salmo 117 o capítulo central e o Salmo 118:8 o versículo central: “Melhor é buscar o refugio do Senhor do que confiar no homem”.
Olivro de Salmos é um tesouro tão precioso para os piedosos.
Encontramos uma sólida teologia, contudo, não uma teologia.
Simplesmente teórica, mas um teologia pratica da experiência humana vivida. Como a vida é mais que o alimento, a experiência vivida e superior à doutrina abstrata.




II. Títulos do Livro

Os hebreus chamavam-no de “Livro de Louvores”
(Sefer Tehillim) ousimplesmente “Louvores” designando o seu principal objetivo, o de louvar ao Senhor.
Os tradutores gregos deram-lhes o nome de “Salmos” (Psalmoi), que é a tradução do título hebraico (Mizmor) dado a cinqüenta e sete salmos, e significam canções cantadas com acompanhamento de instrumentos de cordas no século III a.C. O novo Testamento também usou esse Título em Lucas 20:42 e Atos 1:20, Vem daí o termo“Saltério”.


III. Títulos de Legendas dos capítulos.

São sete os títulos, dados principalmente para sugerir como eram usados:


a) Mizmor (57vezes) Canção acompanha com instrumentos de cordas.
b) Shir (30vezes) Qualquer canção de natureza sagrada ou secular.
c) Maschil (13vezes) Poema meditativo ou didático.
d) Miktam (6vezes)Significado indefinido, talvez “expiatório”.
e) Tephillah (1:Salmo 145) Canção de louvor. Veio daí o título hebraico para livro.
f) Shiggayon (1: Salmo 7) Significado indefinido, talvez um salmo penitencial.


Outras funções dos Títulos de Legenda. Para compreender as legendas, é útil observar as seguintes funções:


a) Títulos descrevendo o caráter do salmo (comovisto acima).
b) Títulos dando instrução musical, como: “Ao mestre de Canto.” (4).
c) Títulos indicando o uso litúrgico, como: “Cântico para o dia de Sábado.” (92).
d) Títulos dando a autoria (todos menos 50).
e) Títulos descrevendo o cenário original (somente 14 relacionados com Davi: 3, 7, 18, 30, 34, 51, 52, 54, 56, 57, 59, 60, 63 e 142).




IV. AutorToda coleção de Salmos é chamada de “Salmos de Davi”, porquanto seu nome está no principio de quase a metade deles e, sem dúvida muitos foram por ele inspirados. Do mesmo modo que o Livros de Samuel registram a história de Davi, os Salmos revelam seu coração e sua teologia. Era um homem perspicaz e de grande coração, de sensíveis emoções vibrantes e vontade férrea, com vida dedicada edisciplinada, e relacionamento vital com Deus (II Samuel 23:1). Teve uma larga experiência como pastor, músico, poeta, guerreiro, fugitivo, amante, teólogo, e homem de estado, nas muitas vicissitudes da vida.

• Moisés (01) - Salmo 90.
• Davi (73) - 03-9; 11-32; 34-41;51-65; 68-70; 86; 101; 103; 108-110; 122; 124; 131; 138-145. Salmo 2 identificado em Atos 4:25 e Salmo...
tracking img