Estudo histórico do sistema ferroviário norte fluminense

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 14 (3472 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FUNDAÇÃO EDUCACIONAL DE MACAÉ – FUNEMAC
FACULDADE PROFESSOR MIGUEL ÂNGELO DA SILVA SANTOS

ESTUDO HISTÓRICO DO SISTEMA FERROVIÁRIO NORTE FLUMINENSE

Grupo: BADSPARKS

Ayron Rangel de Todos os Santos (1º – SI)
Caio Vinícius Gonçalves de Lima (2º – EP)
Marcelo Luís Moreira (2º – SI)

MACAÉ, RJ
MAIO DE 2011
ESTUDO HISTÓRICO DO SISTEMA FERROVIÁRIO NORTE FLUMINENSE

Grupo: BADSPARKSAyron Rangel de Todos os Santos (1º – SI)
Caio Vinícius Gonçalves de Lima (2º – EP)
Marcelo Luís Moreira (2º – EP)

PROJETO SEMESTRAL SUBMETIDO AO CORPO DOCENTE DA FACULDADE PROFESSOR MIGUEL ÂNGELO DA SILVA SANTOS (FeMASS) COMO PARTE DA SISTEMÁTICA DE AVALIAÇÃO POR PROJETOS (SAP).

Banca Examinadora:
_______________________________________________
Prof. A, D.Sc.(Orientador)

_______________________________________________
Prof. B, D. Sc.

MACAÉ, RJ - BRASIL
MAIO DE 2011

RESUMO

No quadro brasileiro de transportes contemporâneo, a utilização do modal ferroviário aparece como uma opção auxiliar e de pouca presença quando comparada ao rodoviário. O processo histórico de introdução, utilização e desativação das linhasférreas mostra-se tortuoso e as trocas de administração entre as empresas da área colaboram para sua instabilidade.
O mau planejamento e a exploração de recursos oferecidos por órgãos do governo para instituições privadas trouxeram por si só um lento avanço para o meio de transporte no país. Observa-se então uma sucessão de eventos que levam a malha ferroviária a um processo desucateamento.
Cada nova empresa que tomava posse de alguma parcela da malha norte fluminense colocava nela seus investimentos. Embora sequencialmente estas viessem a leiloar os trilhos, fosse por intervenção do Estado ou iniciativa privada, no paradigma atual uma grande empresa cuida do modal ferroviário da região de forma ativa.

PALAVRAS-CHAVE: FERROVIA, NORTE, FLUMINENSE, TRANSPORTE
LISTA DEFIGURAS

Figura 1. Malha ferroviária da Companhia Estrada de Ferro Leopoldina em 1898 11
Figura 2. A malha da Ferrovia Centro-Atlântica (roxo) em 2009 no norte fluminense...14
SUMÁRIO

1. INTRODUÇÃO 6
1.1. OBJETIVOS. 6
1.1.1. Objetivo geral 6
1.1.2. Objetivo específico 7
1.2. JUSTIFICATIVA 7
1.3. METODOLOGIA 7
2. DESENVOLVIMENTO FERROVIÁRIO 8
2.1 PRIMEIRAS FERROVIAS NO MUNDO E NOBRASIL..................................................8
2.2 PRIMEIRAS FERROVIAS DO NORTE FLUMINENSE...................................................9
2.3 PERÍODO CEFL E TLRC..................................................................................................10
2.4 PERÍODO RFFSA E FCA..................................................................................................143. CONSIDERAÇÕES FINAIS 16
3.1. CONCLUSÕES 16
3.2. PROPOSTAS DE TRABALHOS FUTUROS 16
REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS 17

1. INTRODUÇÃO

O TEMA ABORDADO NESSE TRABALHO ESTÁ RELACIONADO AO HISTÓRICO E A IMPORTÂNCIA DAS ESTRADAS DE FERRO DA REGIÃO NORTE FLUMINENSE.
O desenvolvimento da região teve um grande impulso com a construção das estradas de ferro no final do século XIX. A suaimplementação foi fundamental para o desenvolvimento agrícola e, conseqüentemente, das cidades da área. Muitas destas cidades nasceram ao redor das estações ferroviárias de estrada de ferro (RODRIGUEZ, 2004).
Hoje, observamos varias linhas desativadas e descuidadas, porém poucas vezes esses quadros estão se mostrando em processo de reversão. Algumas prefeituras municipais (como a de Macaé),junto com a iniciativa privada, estão fazendo planos para a reutilização de ferrovias.
Diante disto, resolvemos estudar a questão das estradas de ferro da região Norte Fluminense e suas influências, demonstrando um pouco da historia e da importância dessas estruturas.

1. OBJETIVOS

1. OBJETIVO GERAL

- Dissertar sobre a as estradas de ferro na região Norte Fluminense...
tracking img