Estudo dos efeitos do extrato aquoso de alecrim (rosmarinus officinalis l) sobre a lesão hepática induzida por fluconazol em ratos wistar.

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 28 (6773 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 5 de junho de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
CENTRO UNIVERSITÁRIO HERMÍNIO OMETTO - UNIARARAS

Autor(es): Kendi Shimamura Junior
Luis Ricardo Ramos Caveanha



Estudo dos efeitos do extrato aquoso de alecrim (Rosmarinus officinalis L) sobre a lesão hepática induzida por Fluconazol em ratos Wistar.


Monografia apresentada em [dia] de [mês] de 2006

Banca examinadora:

NOTA:
Orientador(a): Prof. Dr. Armindo AntonioAlves

NOTA:
Professora Fernanda Oliveira Gaspari de Gaspi


NOTA:
Professora Maria Teresa Pedrosa Silva Clerici

MÉDIA FINAL:




Luis Ricardo Ramos Caveanha Kendi Shimamura Junior
















Agradeço ao professor e orientador Armindo Antonio Alves, pelo apoio e encorajamento contínuos na pesquisa, aos demais Mestres da casa, pelos conhecimentostransmitidos, e à Diretoria do curso de graduação da Universidade Hermínio Ometto pelo apoio institucional e pelas facilidades oferecidas. Aos colegas de classe Juliana Dalprá e Thais Tavares pela espontaneidade na troca de informações e matérias numa rara demonstração de amizade e solidariedade.
As nossas famílias pela paciência em tolerar a nossa ausência.E finalmente a Deus pela oportunidade e pelo privilegio que nos foram dados em compartilhar tamanha experiência e ao freqüentar este curso.





































“O segredo da felicidade está em olhar todas as
maravilhas do mundo e nunca se esquecer
da sua missão ou do seu objetivo.”
(Paulo Coelho)
RESUMO


Foi realizada a separação deratos Wistar em três grupos, cada um contendo 3 ratos. No primeiro grupo fluconazol, segundo grupo fluconazol e alecrim e o terceiro grupo controle.
No grupo 1 e 3 foram colocados 500 ml de água filtrada e 200 g de ração, já no grupo 2 foi colocado 200 g de ração e 500 ml de infusão de alecrim que preparamos a partir de 20 g do mesmo em 2000 ml de água filtrada.
No grupo 1 e 2 foiadministrado por gavagem 250mcg/g de fluconazol após duas semanas de uso de alecrim para que ocorre-se a proteção hepática antes de administra fluconazol.
Diariamente foi medida a quantidade de água, alecrim e ração dada aos ratos Wistar, após completava-se para que no dia seguinte fosse medido novamente, esse método foi realizado até o dia em que os ratos foram sacrificados.
Para que osratos não sofressem aplicou-se anestésico geral, com isso certificamos através de estímulos oculares e tato. O sangue para analise foi retirado por punção cardíaca e colocado em tubo de ensaio. Após centrifugou-se os tubos a fim de separar o soro, que se utilizou para as analises bioquímicos da TGP, TGO, FAL, uréia e creatinina. E retirou-se o fígado e armazenou-se em eppendorfs para realizaranalise do TBARS e grupamento sulfidrila. Através das analises realizadas constatou-se uma possível eficácia do alecrim contra processos inflamatórios. Assim com o resultado TGP constatamos que o fluconazol causou o dano hepático e que o extrato de alecrim ao invés de proteger acabou potencializando o efeito de apoptose e de necrose hepática levando a uma diminuição na população de hepatócitos,causando assim a diminuição dos níveis de TGP e TGO. Já na uréia percebe-se um aumento na concentração, causado pelo uso do extrato de alecrim que levou ao agravamento da destruição celular, espera-se então que haja aumento de uréia na concentração plasmática. O aumento da creatinina nos ratos que consumiu Fluconazol mais extrato de alecrim só reforça a teoria de que esta combinação causou um dano muitograve, fazendo com que as células liberam-se seu conteúdo no plasma, neste caso as células musculares que liberarão a creatinina. Na FAL o gráfico nós da mais uma prova que o alecrim potencializou o dano hepático, pois o aumento de FAL no plasma significa que ocorreu obstrução biliar causado por fármacos. A figura 11 (TBARS) é mais uma prova do dano causado, pois o aumento do TBARS está...
tracking img