Estudo de casos

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 7 (1577 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 22 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
CASE 1 – “Clique aqui para conhecer nossas ofertas”: reescrevendo as regras da mala direta com o e-mail

Questões

1-Com o advento do e-mail nos dias atuais, muitas empresas o têm utilizado como ferramenta de vendas, economizando assim, milhões em campanhas utilizando papel. Embora este marketing por e-mail ofereça benefícios tangíveis (pois oferece acesso imediato a milhões de clientes epossíveis clientes), que ameaças o circulam?

Resposta: Muitos clientes podem se aborrecer ao verem sua caixa de entrada de e-mails sempre lotada de correspondências não solicitadas e os que ficam mais irritados podem utilizar a facilidade que esta ferramenta proporciona para acionar vários de seus contatos, convencendo-os da falta de profissionalismo desta empresa/marca, atribuído a elas o statusde que não respeitam o consumidor, fazendo com que adquiram má reputação.

2-Os consumidores, em sua grande maioria, estão cansados de ofertas de marketing não solicitadas. A fim de evitar este descontentamento, Seth Godin, pioneiro do marketing direto na web e presidente da Yoyodyne.Inc. , criou o termo “marketing baseado em permissão”, que aproveita a interatividade da internet para deixar osconsumidores dizerem o que querem receber. De que forma percebemos isso?

Resposta: Ao visitar o site de uma determinada empresa, após conferirmos seu conteúdo, podemos acessar um campo que nos permite deixar nosso e-mail, como forma de autoriza-la a nos enviar informações sobre promoções especiais, lançamentos e etc. Da mesma forma, caso a quantidade de e-mails recebidos se torne exagerada,podemos solicitar o seu cancelamento, evitando aborrecimentos. Ao proporcionar estas opções, a empresa mantem uma boa impressão.

CASE 2 – “Quem tem medo da tecnologia?”

Questões

1-Em meio ao crescente avanço da tecnologia e os benefícios que ela proporciona, ainda existem pessoas que não se adequam ou, simplesmente, são resistentes á mudanças ou qualquer coisa que represente alguma perdade controle ou necessidade de aprender algo novo. O que dizer de uma nação, pioneira em tecnologia como os EUA, que ainda utiliza o sistema de voto em cédulas em suas eleições?

Resposta: O sistema de votação com urnas eletrônicas facilita o processo de apuração dos votos, gera economia de recursos, como papel, por exemplo, economiza tempo e ainda oferece ao eleitor a oportunidade de contato comuma tecnologia diferente. Entretanto, há vários motivos que levam alguns eleitores, bem como os representantes de um país, a considerarem este tipo de voto inseguro, como a ação cada vez mais avançada de hackers e a incapacidade de conter a corrupção. Há, também, questões culturais. No Brasil, acredita-se que o voto eletrônico é o mais seguro do mundo, mesmo que a possibilidade de fraude sejaenorme e difícil de ser descoberta, visto que o voto se torna um mero registro no PC, impossível de ser recontado em caso de uma auditoria. Na votação com cédulas, por serem conferidas fisicamente, vestígios poderiam ser deixados, tornando mais difícil a possibilidade de fraude. Mesmo sendo um processo lento, que pode levar dias para apresentar o resultado, os países que contam com forte esquema desegurança, como os EUA, ainda o preferem.

2-Por que, até pouco tempo atrás, ainda havia certa resistência ao e-commerce?

Resposta: Atualmente, o e-commerce é uma ferramenta muito utilizada. As empresas anunciam seus produtos e oferece a sua venda através de seus sites, onde os consumidores navegam, escolhem o que vão adquirir, de que forma poderão pagar, tudo no conforto do seu lar, sem sairde casa. Além de terem acesso á promoções especiais. Entretanto, ainda há resistência por parte de revendedores e clientes que, muitas vezes, acreditam que este não é um ambiente seguro para realizar compras, visto que têm de deixar seus dados pessoais e bancários no cadastro e ficam inseguros quanto à entrega, processos de troca, devolução e etc. Porém, este método de comércio tem se mostrado...
tracking img