Estudo de caso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 2 (369 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 14 de outubro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE DE TECNOLIGIA E CIÊNCIAS
ALUNA: JUCILENE COSTA SANTOS
CURSO: LINCECIATURA EM HISTÓRIA TURNO: NOTURNO
DATA: 17/05/2010

Estudo de caso

Jequié-BA
2010FACULDADE DE TECNOLOGIA E CIÊNCIAS (EAD)

Trabalho apresentado como parte avaliativa da disciplina História Medieval do curso de Licenciatura em História.Tutor: Marcelo Figueiredo.

JEQUIÉ-BA
2010
Situação problema

Na aula de história aprofessora Maria dos Santos, explicou que no século XIV, a Europa enfrentou um surto de doença conhecida como Peste Negra. O aluno José da Silva se sentiu ofendido por ter comparado uma doença com a cornegra. Mas a professora explicou que a expressão negra é uma característica da doença.
.
O meado do século XIV foi uma época marcada por muita dor, sofrimento e mortes na Europa. A PesteNegra era uma doença mortal, quer atacava todas as classes sociais. Reis, príncipes, senhores feudais, artesões, servos, padres entre outros. A Peste Bubônica, que foi apelidada pelo povo de Peste Negra,porque apareciam manchas escuras na pele dos enfermos. Nesse período o problema principal para o avanço dessa doença era a faltar de higiene nas cidades, e nem a população de modo geral tinha ohábito de manter sua própria higiene.
Essa doença era transmitida por picadas de pulgas e de ratos doentes, que eram trazidos nos porões dos navios que viam do oriente. Esses roedores encontravam naEuropa um lugar propício para se reproduzir, esgoto a céu aberto, lixos acumulados nas ruas. Milhares de pessoas que contraíram essa doença eram levados para lugares distantes, pois não podiam tercontato com as pessoas sadias, para não contaminar-los. Ao contrair essa doença, um dos primeiros sintomas, apareciam nas axilas, virilhas e pescoço com vários bubos (bolhas) de pus e sangue....
tracking img