Estudo de caso

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1082 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 7 de novembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
Plano de Ação

1ª Parte (2 MESES)

“AFRICA / Influencia cultural com valores nas relações inter-raciais,”.

"É pela história dos negros, por sua luta contra um regime desumano, e por respeito a essa cultura que tanto contribuiu para a construção da identidade do nosso País.”

ATIVIDADES INTEGRADAS

[pic] Horto Florestal de S.Vicente [pic]
Museu dos Escravos,Casal de leões africanos,
Casa de Angola Nagan e Noala.

Data sugerida:
12 de agosto de 2011 (sexta-feira)
Local: HORTO FLORESTAL DE S.VICENTE
Período manhã 08h30 às 11h
Período tarde 14h as 16h30

ESTUDO DO MEIO

JUSTIFICATIVA
• Provocar os alunos para observação ereconhecimento na cultura africana através do Museu do Escravo (inaugurado 13/5/1976), onde expõe trabalhos do ceramista Geraldo Albertini, que reproduz costumes dos escravos, desde a colonização até a Lei Áurea.
• Dentro desse espaço ( Museu do Escravo) iremos explorar e conhecer cerca de 80 peças que são obras marcadas por uma forte preocupação com a importância histórica do local. Cada peça doacervo tem um pequeno texto com sua história, seu significado. A fachada recebeu tratamento especial que deixa as figuras que enfeitam a parede, como a do líder negro Zumbi, em alto relevo. O piso e o telhado têm aparência original, mantendo a tradicional cobertura de palha.
• Iremos envolver os alunos e destacar uma das grandes e significativas histórias africanas como as da escravaAnastácia [personagem popular que começou a receber devoção a partir de 1968, porque teria realizado milagres] esse é um dos destaques que iremos produzir nas atividades da Hora do Dever.
.
• Desenvolver atividades de reconhecimento da fauna do minizoológico que fica na área verde do parque com 850 metros.. Esse mini-zoo abriga 27 espécies de animais, entre répteis, aves e mamíferos e 218animas entre eles: leões, (um casal de leões africanos, Nagan e Noala). hipopótamo, avestruz, cateto, jabuti, macaco prego, aves de rapina e outros. Além de espaço de lazer e entretenimento. O espaço que foi inaugurado em 21/9/1954 com o intuito de cultivar plantas ornamentais e vegetação para a arborização da Cidade.

OBJETVO
• Proporcionar acesso e democratização aos espaços das cidades, paraos alunos envolvidos, informando e coletando materiais para o estudo e construção das oficinas.
• Promover de momentos de reflexão e vivencia sobre a importância dos valores existentes nos espaços e na cultura da proposta.
• Alavancar o inicio da primeira parte do plano de ação do Núcleo que faz parte do procedimento para pesquisas do tema do bimestre e está dentro do processo deaprendizagem das crianças.
• Ampliar os conhecimentos da realidade física, social e cultural daquele espaço (museu dos escravos, casa de angola e mini-zoo), levando as crianças à observação de uma cultura e o que tem haver com a vida delas.
• Envolver as crianças para execução de tarefas individuais e em grupo para oficinas de artes visuais, hora do dever, capoeira, musica e esporteeducativo.

Parque Municipal Mario Santini
(EMISSÁRIO SUBMARINO)
[pic]

“Torneio de Pipas”
[pic] [pic]
Diga Não ao Cerol! “Cerol ! Corte essa idéia”

Data sugerida:
25 de agosto de 2011 (quinta-feira)
Local: Parque municipal Mario Santini (emissário submarino)
Período manhã 09h às 11h
Período tarde 14h as 16h30ESTUDO DO MEIO
JUSTIFICATIVA
• No período das férias escolares e pós férias no mês de julho, tem início a chamada "época das pipas" ou "temporada de pipas", onde crianças, jovens e adultos aproveitam para praticar este hobby.
• As oficinas auxiliam no desenvolvimento de suas habilidades manuais e na coordenação motora.
• A pipa foi criada na China, veio para o Brasil através dos...
tracking img