Estudo de caso tdah

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 5 (1225 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 30 de novembro de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Estudo de caso: aluno com TDAH que estuda na rede municipal de Aparecida de Goiânia, Goiás.

1. IDENTIFICAÇÃO

1.1 – Nome da escola: xxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx

1.2 – Nome do aluno: Para preservar a identidade do aluno será citado apenas as iniciais de seu nome, G. G. Da S.S.

1.3 – Idade: 9 anos.

1.4 – Ano escolar: Está cursando o 3º ano doEnsino Fundamental.

1.5 – Histórico clínico do aluno: Consta no laudo médico datado em: 10/11/2010: G. G. da S. S. é portador de Transtorno do Déficit de Atenção e Hiperatividade e necessita de estratégias de inclusão na escola.

1.6 – Necessidades educacionais apresentadas: Agitação constante e falta de atenção.

2. EMBASAMENTO TEÓRICO SOBRE O TDAH.

2.1 – Histórico:
Emconsonância com Lou de Oliver (2011) as primeiras referências ao transtorno na literatura médica apareceram no meio do século XIX. Entretanto, sua nomenclatura vem sofrendo alterações contínuas. Na década de 40, surgiu a designação "lesão cerebral mínima", que, já em 1962, foi modificada para "disfunção cerebral mínima", reconhecendo-se que as alterações características da síndrome relacionam-semais a disfunções em vias nervosas do que propriamente a lesões nas mesmas. Os sistemas classificatórios modernos utilizados em psiquiatria, CID-10 e DSM-IV, apresentam mais similaridades do que diferenças nas diretrizes diagnósticas para o transtorno, embora utilizem nomenclaturas diferentes (transtorno de déficit de atenção/hiperatividade no DSM-IV e transtornos hipercinéticos na CID-10).
BreveHistórico: TDAH
DÉCADA DE 40:
Lesão Cerebral Mínima Falta de identificação da lesão __ Alteração nas vias nervosas
DÉCADA DE 60:
Disfunção Cerebral Mínima falta de identificação da lesão __ Alteração nas Vias nervosas
ATUALMENTE:
Transtorno Déficit de Atenção Hiperatividade
Transtorno de conduta __ Alteração nos NeurotransmissoresTipos de TDAH
O DSM-IV subdivide o TDAH em três tipos:
a) TDAH com predomínio de sintomas de desatenção;
b)TDAH com predomínio de sintomas de hiperatividade/impulsividade;
c) TDAH combinado.
O tipo com predomínio de sintomas de desatenção é mais frequente no sexo feminino e parece apresentar, conjuntamente com o tipo combinado, uma taxa mais elevada de prejuízo acadêmico. As criançascom TDAH com predomínio de sintomas de hiperatividade/impulsividade, por outro lado, são mais agressivas e impulsivas do que as crianças com os outros dois tipos, e tendem a apresentar altas taxas de rejeição pelos colegas e de impopularidade. Embora sintomas de conduta, de oposição e de desafio ocorram mais frequentemente em crianças com qualquer um dos tipos de TDAH do que em crianças sem TDAH,o tipo combinado está mais fortemente associado a esses comportamentos. Além disso, o tipo combinado apresenta também um maior prejuízo no funcionamento global, quando comparado aos dois outros grupos

2.2 – Características clínicas
*Demonstra desenvolvimento mais imaturo do que o convencional para idade cronológica;
*Baixa tolerância à frustração;
*Baixa auto estima ou auto estimaexagerada;
*Maior índice de sentimentos depressivos;
*Imaturidade (intelectual e emocional);
*Dependência da aprovação de adultos;
*Necessidade de chamar a atenção;
*Dificuldades nas relações sociais.

Sintomas relacionados à hiperatividade/impulsividade
*Remexe as mãos e/ou os pés quando sentado;
*Não permanece sentado por muito tempo;
*Pula, corre excessivamente em situações inadequadas;
*Sensação interna de inquietude;
*Barulhento em atividades lúdicas;
*Muito agitado;
*Fala em demasia;
*Responde às perguntas antes de concluídas;
* Dificuldade de esperar sua vez;
*Intromete-se em conversas ou jogos dos outros.

2.3 – Causas

Segundo Lou de Oliver (2011) O TDAH - Déficit de Atenção e hiperatividade é uma condição de base orgânica, que tem por principais...
tracking img