Estudo de caso sobre apendictomia

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 11 (2637 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 12 de setembro de 2011
Ler documento completo
Amostra do texto
APRESENTAÇÃO

Este estudo de caso trata-se de um paciente, admitido no Hospital Regional de augustinopolis, em 25 de maio de 2011, com um quadro de Apendicite Aguda. O paciente queixava-se de fortes dores abdominais, mal estar geral e constipação há dois dias. Após avaliação médica e a realização de alguns exames pré-operatórios, como: hemograma e ultra-sonografia, o mesmo foi submetido a umacirurgia de urgência para a retirada do apêndice (apendicectomia) às 08h00minh do dia 26 de maio do corrente ano, permanecendo interno na instituição por 6 dias após a cirurgia.

INTRODUÇÃO

ANATOMIA


O apêndice é um pequeno anexo semelhante a um dedo com cerca de 10 cm de comprimento, ligado ao ceco, logo abaixo da válvula ileocecal. Este se enche de alimento e esvazia-se regularmente noceco.

FISIOPATOLOGIA

Apendicite é a inflamação do apêndice cecal (uma estrutura vermiforme que sai da primeira porção do intestino grosso), causada habitualmente por um pequeno bloco de fezes endurecidas (fecalito) que obstrui o apêndice e por inflamação do tecido linfático .Este fica inflamado e edemaciado como resultado de uma torção ou obstrução, possivelmente por um fecaloma, tumor, oucorpo estranho. O processo inflamatório e a pressão intraluminal, tendo inicialmente uma dor progressivamente intensa, generalizada ou na região abdominal superior; dentro de poucas horas torna-se localizada no quadrante inferior direito do abdome, eventualmente o apêndice inflamado fica cheio de pus. A complicação mais comum é a perfuração livre do órgão para a cavidade peritoneal, que pode levara uma outra complicação, que é a peritonite, um processo inflamatório dentro do abdome, devido a invasão do sangue com septicemia e coagulação intravascular disseminada, muitas vezes letal, pode ainda ocorrer a formação de abscesso bacteriano e trombose da veia porta.
FASES DA APÊNDICITE AGUDA

Catarral-aguda, supurativa, gangrenosa e hiperplásica. Na apendicite catarral aguda, encontram-seedema e hiperemia da parede, onde há poucos neutrófilos ainda. Aliás, é nessa fase que Murphy, em 1889, sugeriu extirpar o apêndice suspeito de inflamação, prevenindo o perigo de ruptura e conseqüente peritonite localizada, difusa ou generalizada.
A apendicite supurativa caracteriza-se por edema e hiperemia da parede e há úlceras na mucosa com exsudato fibrinoso. Os neutrófilos são abundantes e, emalguns casos, observa-se a presença de pus.
Na apendicite gangrenosa, observam-se áreas extensas de necrose da parede do apêndice que se encontra aumentado de volume, distendido, de coloração acinzentada e freqüentemente com pus. Quando ocorre obstrução da luz do apêndice, há dilatação distal em razão da proliferação bacteriana, levando à inflamação da parede e ao risco de perfuração, o qual émaior que nas fases anteriores
Na apendicite hiperplásica, surge um plastrão na fossa ilíaca direita, que corresponde ao apêndice aumentado e epíploon.

CAUSAS DA APENDICITE

A causa da apendicite está relacionada ao bloqueio dentro do apêndice, conhecido como lúmen. O bloqueio ocasiona elevação da pressão, prejudicando o fluxo sanguíneo e inflamação. Se o bloqueio não for tratado, podemocorrer gangrena e ruptura do apêndice. Mais comumente fezes bloqueiam o interior do apêndice. Ainda, infecções bacterianas e virais no trato digestivo podem ocasionar inchaço dos nódulos linfáticos, o que aperta o apêndice e causa obstrução. Lesão traumática no abdômen pode ocasionar apendicite em um número pequeno de pessoas. Genética pode ser um fator para alguns casos de apendicite.

A APENDICITEPODE SER CONFUNDIDA COM OUTROS DISTÚRBIOS

A apendictomia pode ser confundida com inúmeros outros distúrbios
Gastrenterite, ou seja, infecção no estômago e no intestino
Adenite mesentérica, uma inflamação dos gânglios próximos ao intestino
Problemas de vesícula
Infecção urinária
Cálculo renal
Cisto de ovário
Doença de Chron, uma inflamação crônica dos canais do sistema digestivo...
tracking img