Estudo de caso iam

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 12 (2767 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 16 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
FACULDADE BEZERRA DE ARAÚJO

Nelson C. M. Junior

ESTUDO DE CASO INFARTO DO MIOCÁRDIO

Rio de janeiro
1

10/2011

2

FACULDADE BEZERRA DE ARAÚJO

Nelson C. M. Junior

ESTUDO DE CASO INFARTO DO MIOCÁRDIO

Trabalho apresentado à supervisora de estágio Tânia Lyrio como requisito parcial para obtenção de nota do Estágio Supervisionado em Clínica Médica.

Rio de janeiro 10/20113

Sumário 1. Introdução 2. Desenvolvimento 2.1 Descrição da patologia 2.11Conceito 2.1.2 Etiologia e Incidência 2.1.3 Fisiopatologia 2.1.4 Sintomatologia 2.1.5 Diagnostico 2.1.6 Tratamento 2.1.7 Complicações 2.2 Assistências de Enfermagem 2.2.1 Histórico de Enfermagem 2.2.2 Evolução de enfermagem 2.2.3 Terapêutica medicamentosa utilizada 2.2.4 Estudo dos exames Laboratoriais 2.2.5 Diagnósticode Enfermagem 2.2.6 Plano de Cuidados de Enfermagem. 2.2.7 Plano Diário de Cuidados 2.2.8 Prognostico de Enfermagem 2.2.9 Plano de Alta 3. Considerações Finais 4. Referências . 1 2 3 3 3 3 4 4 6 7 9 9 9 10 12 12 13 16 16 17 18 19

4

Introdução
O Infarto Agudo do Miocárdio (IAM) resulta da redução súbita do fluxo sanguíneo coronariano ou de uma redução da demanda miocárdica de oxigênio semperfusão coronariana adequada. O infarto ocorre em função de isquemia que possa ser reversível, necrose que é irreversível do tecido do miocárdio. O tratamento do infarto do Miocárdio, além da terapia medicamentosa, engloba orientação por parte da equipe multidisciplinar, adesão ao tratamento por parte do paciente, a adesão às orientações prestadas no pós-alta. Mudança no estilo de vida é o pontochave.

5

1.0 Desenvolvimento
O desenvolvimento deste trabalho nos dá a dimensão da complexidade do infarto do miocárdio. Facilita a realização de um diagnostico mais rápido e preciso. Permite o emprego correto de todos os procedimentos desde o momento da entrada do cliente na unidade de atendimento até sua alta. O plano assistencial de enfermagem tem papel importante. A conduta adotadapelo (a) enfermeiro (a) visa um atendimento integral, procurando identificar as alterações nas necessidades humanas básicas e corrigi-las sempre que possível.

6

2.1 Descrição da patologia 2.1.1 Conceito
O infarto do miocárdio é causado pelo fluxo sanguíneo reduzido em uma artéria coronária devido a ruptura de uma placa aterosclerótica e a subseqüente oclusão da artéria por um trombo (Smeltzer, 2009).

2.1.2 Etiologia e Incidência
O infarto do miocárdio se dá mais na faixa etária que varia dos 40 aos 70 anos de idade, são mais freqüentes no sexo masculino. Acima dos 70 anos, o índice é o mesmo para homens e mulheres. Dados preliminares do Ministério da Saúde indicam que, no município do Rio de Janeiro, em 2009, ocorrem 4.093 óbitos relacionados ao infarto do miocárdio. Em 2010, onúmero de pacientes internados com este diagnóstico realizando tratamento foi de 1317.

2.1.3 Fisiopatologia
Como citado anteriormente, um aporte sanguíneo inadequado para o coração, leva a uma síndrome coronariana aguda, outro termo também utilizado para o infarto do miocárdio. Há outras causas de um IM como vasoespasmo de uma artéria coronariana, o suprimento de oxigênio diminuído, seja porcausa hemorrágica, seja por anemia ou hipotensão arterial e a demanda aumentada para o oxigênio; a partir de uma taquicardia, tireotoxicose ou ingestão de cocaína. Em ambos os casos existe um desequilíbrio profundo entre o aporte e a demanda de oxigênio no miocárdio (Bare, 2009).

7

A área de isquemia desenvolve-se durante minutos a horas. À medida que as células são privadas de oxigênio, aisquemia se desenvolve, e ocorre a lesão celular resultando em infarto ou morte das células (Hinkle, 2009).

2.1.4 Sintomatologia
Alguns pacientes apresentam sintomas prodrômicos, mas cerca da metade não relata sintomas prévios (AHA, 2004). Contudo, os sinais e sintomas mais comuns em um infarto do miocárdio são: Sistema cardiovascular:  Desconforto e dor torácica, palpitações.  A distensão...
tracking img