Estudo de caso - famosa

Disponível somente no TrabalhosFeitos
  • Páginas : 31 (7615 palavras )
  • Download(s) : 0
  • Publicado : 6 de abril de 2012
Ler documento completo
Amostra do texto
Meio século após a sua fundação, a Famosa segue hoje, como sendo a primeira companhia espanhola fabricante de brinquedos.
Desde então lidera os mercados de Espanha e de Portugal. Conta com filiais em França, Alemanha, Itália, Porto Rico e Reino Unido. E ainda está presente em mais de cinquenta países.
Fundada em 1957, a FAMOSA foi criada por um grupo de fabricantes locais de bonecas.
Oseu principal objectivo é crescer e desenvolver-se tanto em Espanha, como a nível internacional, tendo por base a oferta incomparável de produtos. A Famosa comercializa 1500 referências, dentro de oito categorias de produtos, das onze existentes.
O plano estratégico da Famosa prevê uma importante expansão internacional, o seu crescimento económico e a consolidação do canal.Poupar nos custos. Este tem sido o grande argumento do mercado chinês para angariar a produção dos maiores fabricantes mundiais. A Famosa não escapa à tendência. Em 2006, a China exportou mais de 22 mil milhões de brinquedos, representando 60 por cento do total no mundo.
Na China, os fabricantes apostam em unidades de produção próprias, mas a maioria dosprodutos sai de linhas de montagem subcontratadas (outsourcing), sobre as quais é mais difícil ter controlo.
A China foi e ainda é a opção de ouro numa altura de retenção de custos. E não há ninguém na indústria que considere essa tendência como um atentado à qualidade.
Um brinquedo fabricado na China, não significa que possa ser mais perigoso do que outro fabricado noutra parte do mundo,desde que siga todas as regras de segurança.
A apreciação final cabe aos consumidores, mais tendentes a comprar, maiores quantidades e a valores mais elevados na época do Natal.
E não haverá, certamente, fabricante do mundo que não esteja ansioso por saber como se vão mover as peças na época mais proveitosa do ano, para uma indústria que representa um mercado de cerca de 50 mil milhões dedólares a nível mundial.
Tal como tudo, também a facto de a Famosa fabricar na China originou as suas oportunidades e os seus problemas.
Como oportunidades, podemos dizer que o outsourcing permitiu minimizar os custos, devido aos baixos custos que advém das matérias-primas e dos recursos humanos; pude permitir obter produtos de melhor ou pior qualidade, conforme a formação dos trabalhadores (háque ter em conta que, neste tipo de empresas subcontratadas também existem trabalhadores com elevada formação académica); a minimização das tarefas rotineiras.
Para finalizar, o outsourcing fará com que o dinheiro libertado pelo baixo custo de produção seja aplicado em outros departamentos da empresa que rentabilizem a mesma, aplicando-o, por exemplo, em campanhas de marketing, estudos demercado, entre outros.
Mencionando os problemas adjacentes ao outsourcing, é de referir que todos eles se fundamentam, na perspectiva económica.
Relativamente, à Famosa o grande problema deve-se ao incumprimento dos prazos, sobretudo em época de forte procura, especialmente no Natal, como será referido mais à frente aquando da gestão de stocks.
Como problemas menores, mas não menos importantes,são de salientar os fracos incentivos e a precariedade de trabalho que é dada aos trabalhadores das empresas subcontratadas, o que pode levar à diminuição da produtividade; o “Made in China” torna-se muitas vezes num sinónimo de fraca qualidade, o que levará a um decréscimo da procura e da compra desses produtos; a eliminação de postos de trabalho em Espanha fará com que não auxiliem o seu paísnatal.
Para resolver, ou pelo menos para tentar minimizar estes problemas, na nossa opinião, a Famosa deveria localizar a sua fabricação o mais próximo possível do local de origem de empresa, ou pelo menos nas proximidades dos seus armazéns. Assim, estariam a ajudar à evolução do seu país, à criação de postos de trabalho, combatiam a “fama” da má qualidade dos produtos e em épocas de grandes...
tracking img